Autor Tópico: F1 2015  (Lida 24463 vezes)

Offline Blurr

  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Ponta Delgada
  • Mensagens: 2826
  • Garagem:Clio 2 1.2 RT 98 + Clio 2 1.5dci 80cv 2004
Re: F1 2015
« Responder #45 em: 30 de Março de 2015, 23:51 pm »
è mais chato porque já sabemos o resultado mas pelo menos são pessoas com conhecimento e carisma...

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5625
Re: F1 2015
« Responder #46 em: 30 de Março de 2015, 23:54 pm »
Eu tento não saber o resultado
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #47 em: 11 de Maio de 2015, 22:34 pm »
Por falta de tempo, tenho andado arredado destas cenas, mas diga-se de passagem que não tenho perdido muito.

Citação de: AutoSport
GP de Espanha de Fórmula 1
 
Finalmente Rosberg


Depois de ter visto o seu companheiro de equipa na Mercedes vencer três Grandes Prémios e inclusivamente a Ferrari, por intermédio de Sebastian Vettel ter triunfado na Malásia, Nico Rosberg realizou finalmente uma corrida absolutamente perfeita e triunfou no GP de Espanha de F1 com todo o merecimento, não se deixando surpreender na partida, dominando depois por completo a corrida.
 
Segundo lugar para Lewis Hamilton, no que é o culminar de um fim de semana em que quase nunca se entendeu com o seu carro, chegando mesmo a partir mal, sendo suplantado por Sebastian Vettel, recuperando mais tarde o segundo lugar com que minimizou as perdas para o seu colega de equipa. Nada de mais em termos de campeonato, apesar dos sete pontos perdidos para Rosberg, mas a verdade é que terminou com a sua sequência de vitórias e deu a Rosberg um alento moral para continuar a moral. O problema de Hamilton foi mesmo ficar demasiado tempo preso atrás do Ferrari de Vettel, sendo que depois já não foi a tempo de se chegar a Rosberg, mesmo tendo optado por uma estratégia de três paragens nas boxes, que lhe permitiram andar sempre ao ataque.
 
Sebastian Vettel foi novamente terceiro, ficando mais uma vez provado que a Ferrari não só está claramente acima do resto do pelotão (que não da Mercedes) mas ainda substancialmente abaixo dos carros de Brackley.
 
Valtteri bottas foi quarto, batendo novamente Kimi Raikkonen, que terminou logo atrás do seu compatriota, pressionando-o muito nas últimas voltas. Felipe Massa foi sexto e o último a terminar na mesma volta do vencedor, sendo que a fechar o top 10 ficaram colocados Daniel Ricciardo, com uma corrida melhor do que todo o resto do fim de semana. Sem motor para a longa reta, os Red Bull e Toro Rosso - especialmente estes - não conseguiram fazer valer a sua posição na grelha de partida. Romain Grosjean foi oitavo, depois de arruinar bastante cedo as esperanças do seu colega de equipa Pastor Maldonado de obter um bom resultado, ao tocar no seu Lotus, danificando-lhe a asa traseira. A completar os lugares pontuáveis, Carlos Sainz logrou terminar em nono, depois de ter arrancado em quinto, realizado uma boa luta com Daniil Kvyat, a lembrar as suas lutas pelo título da GP3 Series há uns anos.
 
Sem evoluções nos seus carros a Sauber e Force India afundaram-se na classificação, ainda assim melhor que os McLaren-Honda, que cedo se percebeu não iriam conseguir lutar pelos pontos. Fernando Alonso ainda esteve em sétimo, já que realizou um primeiro stint muito longo, mas abandonou com problemas de travões.
 
Classificação
1. Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes 66 1hr 41m 12.555s
2. Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes +17.5s
3. Sebastian Vettel GER Ferrari-Ferrari +45.3s
4. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +59.2s
5. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +60.0s
6. Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes +81.3s
7. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault +1 Volta
8. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes +1 Volta
9. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault +1 Volta
10. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault +1 Volta
11. Max Verstappen NED Toro Rosso-Renault +1 Volta
12. Felipe Nasr BRZ Sauber-Ferrari +1 Volta
13. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +1 Volta
14. Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari +1 Volta
15. Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes +1 Volta
16. Jenson Button GBR McLaren-Honda +1 Volta
17. Will Stevens GBR Manor-Ferrari +3 Voltas
18. Roberto Merhi ESP Manor-Ferrari +4 Voltas

Ganda seca. Poucas ultrapassagens e as que aconteceram foram na recta da meta com a ajuda do DRS.
Apenas os 6 primeiros na mesma volta, com os Mercedes a fugirem do resto (Ferrari e Williams).
A Red Bull está uma anedota e já se percebeu que a "excelência" dos chassis desenhados pelo Adrian Neweyjá teve melhores dias. Se excluirmos o Honda (outra anedota), o motor Renault está claramente abaixo dos Mercedes e Ferrari, mas isso não chega para justificar o fraco andamento dos Touros Encarnados.
A Lotus é outra desilusão. Com motor Mercedes, só conseguem dar luta aos Red Coisos.
Bela bosta de campeonato que isto está a ser. Tá no papo para os alemães.
Vou começar é a ver o WEC, que em corridas de 6 horas tem mais lutas do que a F1.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #48 em: 21 de Junho de 2015, 15:30 pm »
Depois de alguns gp em branco pela minha parte, pois de hoje em dia qualquer actividade é capaz de ser mais interessante do que assistir a isto, estive a ver o gp da Áustria no Red Bull ring (antigo Zeltweg).

Citar
Nico Rosberg: Três vitórias nas últimas quatro corridas
 


Nico Rosberg venceu o GP da Áustria de Fórmula 1 fruto de uma corrida em que suplantou o autor da pole-position, Lewis Hamilton, nunca permitindo que este reagisse, nas primeiras voltas, e mais tarde, depois de conseguir uma pequena margem, nunca permitiu que o inglês se aproximasse, vencendo com todo o merecimento, tendo ficado, agora, apenas a dez pontos de distância do seu companheiro de equipa no Mundial de Pilotos: “Foi uma grande partida consegui defender e depois consegui manter e alargar a margem para o Lewis", disse no pódio.
 
Segundo lguar para Lewis Hamiltn, que depois de 'perder' a batalha da primeira curva, nunca conseguiu colocar-se em posição de suplantar o seu companheiro de equipa: "Nico fez um trabalho fantástico, tentei o máximo que pude, mas depois percebi que era melhor manter a posição pois não conseguia chegar a ele", revelou.

Felipe Massa alcançou o seu primeiro pódio de 2015, o segundo da Williams este ano, aproveitando bem um problema na Ferrari, aquando da paragem de Sebastisan Vettel, com uma roda demorar demais em ser colocada, facto que o fez baixar de terceiro para quarto. Vettel ainda conseguiu chegar à traseira do Williams de Massa, mas o brasileiro não vacilou e manteve a posição: "Foi uma grande corrida, consegui manter o Sebastian Vettel atrás de mim, quando ele chegou tudo fiz para não cometer erro e consegui manter a posição, estou feliz por este pódio"
 
Quinto lugar para Valtteri Bottas, que desta forma contribui para aquele que é o melhor resultado de conjunto da Williams este ano. Nico Hulkenberg foi sexto, alcançando o seu melhor resultado do ano, Pastor Maldonado (Lotus), Max Verstappen (Toro Rosso), Sergio Pérez (Force India) e Daniel Ricciardo (Red Bull) completaram o Top 10. Mais informação assim que possível.
 
Classificação
 
1º Nico Rosberg Mercedes 01'12"521 71
2º Lewis Hamilton Mercedes + 3"873
3º Felipe Massa Williams + 17"573
4º Sebastian Vettel Ferrari + 18"121
5º Valtteri Bottas Williams + 53"600
6º Nico Hulkenberg Force India + 62"737
7º Pastor Maldonado Lotus + 1 volta
8º Max Verstappen Toro Rosso + 1 volta
9º Sergio Pérez Force India + 1 volta
10º Daniel Ricciardo Red Bull + 1 volta
11º Felipe Nasr Sauber + 1 volta
12º Daniil Kvyat Red Bull + 1 volta
13º Marcus Ericsson Sauber + 2 voltas
14º Roberto Merhi Manor + 3 voltas
15º Romain Grosjean Lotus + 37 voltas
16º Carlos Sainz Toro Rosso + 37 voltas
17º Jenson Button McLaren + 64 voltas
18º Will Stevens Manor + 70 voltas
19º Kimi Raikkonen Ferrari + 71 voltas
20º Fernando Alonso McLaren + 71 voltas


Cagandaséca...

Não acontece nada de jeito. Lutas entre pilotos só quando o que vem atrás tem alguma vantagem em relação ao da frente. Nem a treta do DRS ajuda. A Mercedes continua a dominar a seu belo prazer e como não parecem ter os problemas de fiabilidade do ano passado, vão papar tudo até final do ano. Aquela vitória da Ferrari, não passou de um engano da Mercedes.
A Red Bull miserável a ser batida pela Toro Rosso, que tem apenas 20% do orçamento em relação à "equipa principal". O motores Renault estão fraquinhos mas a qualidade do chassis do touro vermelho também alinha pela mesma bitóla.
McLaren Honda...
...O que dizer disto?
Autêntica palhaçada. Nem chassis nem motor devem valer grande coisa. O Alonso ficou logo na 1ª volta com um "embrulhanço" com o Raikkonen. Mas pelo menos teve a vantagem de não se arrastar mais algumas voltas como aconteceu com o Button até abandonar com o carro todo "embrulhado"... :laugh:
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5625
Re: F1 2015
« Responder #49 em: 21 de Junho de 2015, 16:18 pm »
Tambem tenho acompanhado e vi esta ultima corrida em directo. O ideal é ver no final da noite para dar sono....
O que me faz mais especie é o facto do 2 segundo classificado ( que é sempre um dos mercedes) não consegue chegar ao mercedes que está a liderar porque vai estragar os pneus , que porcaria de corridas...mais parece uma corrida de endurance...
E depois a renault e honda com os seus motores sub-motorizados não os conseguem desenvolver por causa da limitação das regras, pro ano vai ser igual...
Fala-se da Renault desistir da F1 e a Redbull optar pelos motores Ferrari...
« Última modificação: 21 de Junho de 2015, 16:20 pm por Pedrob »
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2015
« Responder #50 em: 21 de Junho de 2015, 17:09 pm »
Isso aparentemente não vai acontecer  por questões contratuais...
Sim, seca. Vi todas as corridas este ano. São cada vez piores. Aborrecidas, sem interesse. Até alguém como eu, louco por corridas, dou comigo a bocejar a querer que acabe depressa... Se não se fizer nada rapidamente, vai perder muitos adeptos... Já se viu hojhe que a assistência foi fraca...

Sim, o motor Renault pode não ser o melhor neste momento, mas ver como anda a toro rosso, e se bate por posições bem interessantes, e comparar com a red Bull... E com dois putos ao volante. Se calhar, com dois pilotos mais experientes, ainda envergonhava mais a reb Bull. Dá que pensar... A red Bull não está claramente a fazer um bom trabalho, e refugia-se de forma quase vergonhosa na desculpa do motor,esquecendo-se de tudo o que a Renault lhes deu no passado.

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #51 em: 21 de Junho de 2015, 18:13 pm »
Mas essa tem sido a tática dos gajos sempre.
Mesmo quando foram campeões, quando aparecia algum problema a culpa era sempre da Renault.

A Renault não vai abandonar a F1. Para além da questão contratual, existe muito dinheiro em jogo. O que ganha cada vez mais consistência é comprarem uma equipa.
Durante algum tempo falou-se da Force India, mas o dono da equipa esticou-se no preço, a equipa tem dividas consideráveis e o assunto caiu por terra.
Depois a conversa girou em torno da Toro Rosso, que por acaso até usam motores Renault e não têm dividas. Mais um a cair por terra.
Agora o que se fala é a Lotus, pois a Renault pretende uma equipa com base em Inglaterra, coisa que a Toro Rosso não tem.

Uma coisa é certa, quem desenvolve o motor, ao fabricar também o chassis pode mais facilmente por estes 2 departamentos a trabalhar em conjunto, como se pode ver pela Mercedes e com a evolução que a Ferrari teve face ao ano passado. E a hipótese Lotus ganha cada vez mais força pois ainda antes da época começar, a Renault abordou o dono da equipa. Este disparou com um valor exagerado, mas como a coisa não anda boa de finanças, a parada já anda mais baixa.
Há alguns anos, a pretexto da crise mundial o CEO da Renault quis acabar com a equipa de F1, tendo sido vendida pouco depois. Agora diz que a nível de marketing é preferivel ter uma equipa do que estar dependente de uma Red Bull.

Quanto à Red Bull ter motores Ferrari, é uma bela treta para os touros habituados a ter um motor oficial. Com a Ferrari iam levar com um motor inferior ao da equipa oficial, ou vocês acham que por exemplo os motores Mercedes da equipa oficial são iguais aos da Williams, Force India e Lotus? Nunca, os clientes levam sempre uma especificação anterior.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #52 em: 21 de Junho de 2015, 19:05 pm »
Classificação actual dos mundias de pilotos e equipas:

Pilotos:
1 Lewis Hamilton Mercedes 169
2 Nico Rosberg Mercedes 159
3 Sebastian Vettel Ferrari 120
4 Kimi Räikkönen Ferrari 72
5 Valtteri Bottas Williams Mercedes 67
6 Felipe Massa Williams Mercedes 62
7 Daniel Ricciardo Red Bull Renault 36
8 Daniil Kvyat Red Bull Renault 19
9 Nico Hülkenberg Force India Mercedes 18
10 Romain Grosjean Lotus Mercedes 17
11 Felipe Nasr Sauber Ferrari 16
12 Sergio Pérez Force India Mercedes 13
13 Pastor Maldonado Lotus Mercedes 12
14 Max Verstappen Toro Rosso Renault 10
15 Carlos Sainz Toro Rosso Renault 9
16 Marcus Ericsson Sauber Ferrari 5
17 Jenson Button Mclaren Honda 4
18 Fernando Alonso Mclaren Honda 0
19 Roberto Merhi Manor Marussia 0
20 Will Stevens Manor Marussia 0
21 Kevin Magnussen Mclaren Honda 0
 
Construtores:
1 Mercedes 328
2 Ferrari 192
3 Williams Mercedes 129
4 Red Bull Renault 55
5 Lotus Mercedes 31
6 Sauber Ferrari 29
7 Force India Mercedes 21
8 Toro Rosso Renault 19
9 Mclaren Honda 4
10 Manor Marussia 0
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5625
Re: F1 2015
« Responder #53 em: 21 de Junho de 2015, 21:08 pm »
Gostava de ver uma equipa oficial Renault a dar na boca à Redbull, já estão a ser enchovalhados por eles desde o inicio da epoca.
Obviamente, por andarem sempre com uma spec inferior é que a McLaren passou para a Honda....é uma questão de tempo, mas pelo andar da carroagem vai demorar muitooo tempo
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #54 em: 21 de Junho de 2015, 21:37 pm »
Vamos lá ver é se a McLaren Honda vai chegar a ser alguma coisa.
Já se fala em muitas cabeças a rolar lá para o Japão e as coisa não andam boas para o Ron Dennis que parece de relações cortadas com Mansour Ojeh, o sócio dele...
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5625
Re: F1 2015
« Responder #55 em: 21 de Junho de 2015, 23:38 pm »
Pau que nasce torto...  Se calhar só para 2017, já que querem os carros 5 a 6 segundos mais rápidos
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #56 em: 21 de Junho de 2015, 23:40 pm »
Querer até querem muita coisa mas enquanto puder a Mercedes vai boicotar tudo.
Afinal investiram muito para ficar na frente e não vão certamente facilitar.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2015
« Responder #57 em: 22 de Junho de 2015, 10:18 am »
O estranho é permitir colocar em risco a própria fórmula 1 em beneficio de uma marca. Porque continuo a dizer: se continuar assim, as pessoas vão-se afastar. Neste momento, sinto muito mais entusiasmo em ver Moto Gp do Fórmula 1. E eu era viciado!
No DTM, por exemplo, no ano passado a Mercedes estava a anos luz da Audi e BMW. E o desenvolvimento estava congelado. Para aumentar o espectaculo, abriram uma excepção e permitiram à mercedes desenvolver o carro, e a coisa equilibrou-se. Se a mercedes investiu, todos os outros investiram muito tambem. E este congelamento no desenvolvimento, para mais quando é tudo novo, não faz sentido nenhum! É matar a modalidade e o espectáculo, e afastar os espectadores, em prol de uma marca... Realmente, cada vez gosto menos dos alemães...

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #58 em: 22 de Junho de 2015, 12:06 pm »
Não podes culpar os alemães só por terem sido mais competentes que os restantes.
Também no inicio da década de 2000, o Schumacher limpou 5 títulos de seguida com a Ferrari a dominar tudo e todos, com os "especialistas" a dizerem que era o fim da F1. E podiamos continuar com a Williams Renault, a McLaren Honda e por aí fora, que tiveram ambas periodos de amplo dominio.
O problema continua a ser o dinheiro que a F1 movimenta, o gradual desaparecimento de provas na Europa em deterimento de pistas da treta, às moscas na maior parte das vezes, no médio oriente e países árabes, o poder exagerado que é dado às equipas de topo em que podem forçar determinadas decisões (com regulamentos, etc.).
Por exemplo no WEC é definido pela FIA um reglamento base e a partir daí as equipas são livres de desenvolver o tipo de motorização. Com isso em corridas de 6 horas chega a haver mais luta pelo 1º lugar do que num sprint de 1,5 horas na F1, que por sua vez tem uma unidade motriz tão complexa que mete nojo.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2015
« Responder #59 em: 22 de Junho de 2015, 15:17 pm »
Claro que foram mais competentes! Aí não há dúvidas. Agora, como é possivel que com uma mudança tão radical como foi feita, não permitam o desenvolvimento? Quem arrancou na frente, vai ficar na frente por muito, muito tempo! É isso que não me parece correcto. E quem mais está a forçar esta situação é a Mercedes. Claro que percebo porquê. Estão na frente. Mas é isto que torna desinteressante. Se os outros não podem evoluir, como pode haver real competição? Senão daqui a nada isto torna-se um trofeu mono-marca.
Eu já por aqui expus o meu problema com os alemães. Não é novo. Mas também não faço disso cavalo de batalha. Só que como fã da formula 1, sinto-me desiludido. Qual é a pica de ver uma corrida hoje em dia? Já se sabe quem vai ganhar. Sim, tens razão. Já antes se passou isso. Mas havia sempre a expectativa de os outros poderem melhorar e aproximar-se. Hoje nem isso há, pois simplesmente não podem.
Esta revolução na formula 1 foi um absurdo! Com certeza para servir os interesses de alguns... Quantos anos esteve a Mercedes, por exemplo, na fórmula 1 antes desta mudança? E o que conseguiram? Não são melhores que os outros. Conseguiram foi acertar à primeira. E isso não devia ser tão limitativo e punidor para os outros. Afinal, já vamos no segundo ano!...