Autor Tópico: Problemas na Corrente Distribuição  (Lida 438 vezes)

Offline aenemus

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 4
Problemas na Corrente Distribuição
« em: 11 de Fevereiro de 2021, 20:52 pm »
Boa noite,

Alguém pode ajudar a perceber o porque de um Renault clio 2012 0.9TCE chegar a um ponto em que os tensores da corrente de distribuição partem e tem de levar um kit novo? Sempre teve as suas mudanças de óleo em dia.

Offline aenemus

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 4
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #1 em: 11 de Fevereiro de 2021, 20:55 pm »
Peço desculpa, o carro tem 90.000kms

Offline scenick

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Mensagens: 2771
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #2 em: 12 de Fevereiro de 2021, 08:58 am »
O material é fraco, até anda aí outro tópico de um igual que partiu mesmo a distribuição.

Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 14448
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v, Renault Scenic RX4 2.0 16V
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #3 em: 12 de Fevereiro de 2021, 12:49 pm »
à que ter em conta que este material de desgaste , tem que ser substituído, ou por idade ou km, sabendo que quem faz maioritariamente cidade, os prazos tem que ser encurtados. Se numa situação normal a marca diz 120 mil km devemos fazer um pouco antes, lá para os 100 mil km, quando se faz maioritariamente cidade , reduzir lá para 80, 90 mil km. Mais vale prevenir que remediar.

Offline aenemus

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 4
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #4 em: 12 de Fevereiro de 2021, 15:06 pm »


Obrigado pela resposta.

Mas a distribuição é de corrente metal e não de correia, apesar de achar que é um mito não precisarmos de mudar, não acredito que é vitalícia... mas estamos a falar de um carro de 90.000 km ...
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2021, 23:04 pm por Sls a GPL »

Offline Ganzado75

  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: Alhos Vedros
  • Mensagens: 402
  • Garagem : Megane IV Sport Tourer GT Line 1.6 , Captur 0.9 Tce
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #5 em: 12 de Fevereiro de 2021, 21:39 pm »
conheço casos de outras marcas de correntes partirem com 40.000km... 

Offline rui.costa

  • 0.9 TCe
  • *
  • Localidade: Tomar
  • Mensagens: 156
  • Garagem : Megane ST 1.4TCE / Clio 1.5DCI 2001 / Juke 1.2
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #6 em: 12 de Fevereiro de 2021, 22:33 pm »
Infelizmente nem é preciso ir a outras marcas, basta olharmos para o 1.2TCE/DIG-T.

Enviado do meu RMX1971 através do Tapatalk

« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2021, 23:04 pm por Sls a GPL »

Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 14448
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v, Renault Scenic RX4 2.0 16V
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #7 em: 12 de Fevereiro de 2021, 23:15 pm »
Isso dos km é muito relativo, depende do estilo de condução.

Se há uma constante de acelerações e desacelerações o desgaste na corrente ou correia, é maior, que fazer o dobro dos km sempre numa aceleração constante.

Por isso é que quem faz maioritariamente cidade, percursos curtos, etc tem que reduzir significativamente os prazos de revisão/ substituição de peças.

O sistema de correntes é à partida mais fiável que a correia no entanto tem menos elasticidade que a correia, por isso os tensores sofrem mais.



Obrigado pela resposta.

Mas a distribuição é de corrente metal e não de correia, apesar de achar que é um mito não precisarmos de mudar, não acredito que é vitalícia... mas estamos a falar de um carro de 90.000 km ...

Tem 90 mil km e quantos anos?

Offline scenick

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Mensagens: 2771
Re: Problemas na Corrente Distribuição
« Responder #8 em: 15 de Fevereiro de 2021, 09:01 am »

Obrigado pela resposta.

Mas a distribuição é de corrente metal e não de correia, apesar de achar que é um mito não precisarmos de mudar, não acredito que é vitalícia... mas estamos a falar de um carro de 90.000 km ...

Apesar de ser de metal como o material é fraco, é macio demais, tem de se andar em cima deles...
os "novos" motores 1.6 é vê-los a trocar kitt de distribuição á vezes aos 70Km , e os Mercedes com esse motor é a mesma coisa, ali em Sintra até fazem fila...