Autor Tópico: F1 2016  (Lida 18949 vezes)

Offline MauroTM

  • Initiale Paris
  • 1.6 TCe
  • *
  • Utilizador: MauroxD
  • Mensagens: 1709
Re: F1 2016
« Responder #45 em: 20 de Março de 2016, 10:26 am »
Ora cá estão os resultados da corrida de hoje às 5h da matina :laugh:

https://www.formula1.com/content/fom-website/en/championship/results/2016-race-results/2016-australia-results/race.html

POSIÇÃO 11   ||   JOLYON PALMER   ||   +83.399s
POSIÇÃO 12   ||   KEVIN MAGNUSSEN   ||   +85.606s
Renault Clio II 1.2 8v RT 99' - https://goo.gl/TEX8Ap  Renault Clio III 1.2 TCe 101cv - https://goo.gl/VXjCfn
Peugeot 308 II 1.6 BlueHDI 120cv - https://goo.gl/V9gjkN

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2016
« Responder #46 em: 20 de Março de 2016, 16:04 pm »
Citação de: AutoSport
GP Austrália



Nico Rosberg iniciou da melhor forma a época de 2016 do Mundial de Fórmula 1, ao vencer um corrida que não parecia inicialmente talhada para a Mercedes, já que os Ferrari, depois de arrancarem melhor, dominaram totalmente até à interrupção causada pelo acidente entre Fernando Alonso e Esteban Gutierrez às 16ª volta. Aí, os italianos não terão optado pela melhor estratégia (Vettel manteve os super macios e teve que voltar às boxes) e ao manterem os pneus de composto médio até final, os dois Mercedes lograram manter-se na duas primeiras posições.

Sebastian Vettel liderou muito tempo a corrida, mas ao perder algum tempo na sua derradeira paragem nas boxes, perdeu somente a possibilidade de ser segundo, pois a forma como a corrida decorreu até final dificilmente teria conseguido chegar a Nico Rosberg, que assim arranca 2016 exatamente da mesma forma que terminou 20125, a vencer.

Lewis Hamilton foi segundo e minimizou os danos, pois realizou uma péssima partida, caindo para sexto, de que nunca recuperou em toda a sua amplitude durante a corrida, acabando por beneficiar de uma boa tática da sua equipa para chegar em segundo, um resultado que se pode considerar normal. Contudo, depois de ter dominado todas as sessões de treinos livres e qualificação, Hamilton não esperava certamente falhar daquela forma a partida, e isso condicionou-lhe por completo tudo o resto.

Sebastien Vettel teve uma primeira metade de corrida, até à interrupção, absolutamente perfeita. Um grande arranque e um domínio claro, mas a paragem a meio foi má para a equipa italiana que não viu com tanta clareza o ‘filme’, e isso foi fatal às aspirações da equipa, independentemente do erro que cometeu nas boxes e que atrasou ainda mais uns segundos o alemão.

A corrida ficou marcada pelo terrível acidente de Fernando Alonso, que voou sobre o HAAS de Esteban Gutierrez depois deste ter feito uma manobra que surpreendeu o espanhol. Felizmente, nada de grave sucedeu aos pilotos, especialmente ao espanhol, que apesar de abalado, saiu quase totalmente incólume de um grave acidente. O McLaren ficou totalmente desfeito.

Daniel Ricciardo foi quarto, uma posição que a Red Bull já não via há algum tempo. Foi ele também o autor da melhor volta da corrida, o que significa que o motor Renault parece ter melhorado, o que é um bom sinal. Felipe Massa foi quinto com o Williams, numa corrida sem fogachos, mas consistente. Espetacular foi o sexto lugar de Romain Grosjean, que ofereceu à HAAS uma bela estreia na F1, para contrabalançar o susto que foi o acidente de Gutierrez.

Nico Hulkenberg colocou o seu Force India no sétimo lugar e a exemplo de Massa, também ele foi consistente, alcançando um bom resultado. Já Valtteri Bottas terminou em oitavo uma corrida que iniciou em 16º em virtude da penalização por troca de caixa de velocidades, o que tem de ser considerado um bom resultado, face ao contexto. Os dois jovens da Toro Rosso iniciaram o ano a fechar o top 10, o que em condições normais é um bom resultado. O problema é que ambos estiveram talhados para algo mais, especialmente Max Verstappen que chegou a ser quarto classificado na fase inicial da corrida. Só que depois problemas diversos levaram que a os dois pilotos fossem caindo na classificação com o holandês a queixar-se à sua equipa via rádio – e esta nada lhe podia responder – que era mais rápido que Sainz e não o conseguia passar. Até que Sainz comete um ligeiro erro e Verstappen deixa-se surpreender, batendo na traseiro do monolugar do espanhol e fazendo um pião. O que já era mau ficou ainda pior.

Boa primeira corrida com a Renault de Jolyon Palmer, que foi 11º na frente do seu colega de equipa, Kevin Magnussen, que sofreu com um futuro nos primeiros momentos da corrida. Sergio Perez esteve demasiado apagado, Jenson Button foi 14º com o McLaren MP4-31, carro que parece estar melhor que o ano passado. Boa estreia também de Pascal Wehrlein, que teve uma primeira metade de corrida promissora, e uma segunda muito difícil. Pelo caminho ficaram Marcus Ericsson (Sauber C35) suspensão, Kimi Raikkonen ( Ferrari SF16-H), motor, Rio Haryanto (Manor MRT05) avaria, Fernando Alonso (McLaren MP4-31) e Esteban Gutierrez (Haas VF-16), acidente, e Daniil Kvyat (Red Bull RB12) problema elétrico.

1º Nico Rosberg Mercedes F1 W07 1:48:15.565 57
2º Lewis Hamilton Mercedes F1 W07 +8.606 57
3º Sebastian Vettel Ferrari SF16-H +9.643 57
4º Daniel Ricciardo Red Bull RB12 +34.330 57
5º Felipe Massa Williams FW38 +58.979 57
6º Romain Grosjean Haas VF-16 +1:12.081 57
7º Nico Hulkenberg Force India VJM09 +1:14.199 57
8º Valtteri Bottas Williams FW38 +1:15.153 57
9º Carlos Sainz Jr. Toro Rosso STR11 +1:15.680 57
10º Max Verstappen Toro Rosso STR11 +1:16.833 57
11º Jolyon Palmer Renault R.S.16 +1:23.399 57
12º Kevin Magnussen Renault R.S.16 +1:25.606 57
13º Sergio Perez Force India VJM09 +1:31.699 57
14º KingdomJenson Button McLaren MP4-31 +1 lap 56
15º Felipe Nasr Sauber C35 +1 lap 56
16º Pascal Wehrlein Manor MRT05 +1 lap 56
NT Marcus Ericsson Sauber C35 suspensão 38 voltas
NT Kimi Raikkonen Ferrari SF16-H Motor 21
NT Rio Haryanto Manor MRT05 Avaria 17
NT Fernando Alonso McLaren MP4-31 Acidente 16
NT Esteban Gutierrez Haas VF-16 Acidente 16
NT Daniil Kvyat Red Bull RB12 Prob. Elétrico 0


Acabei agora de ver o GP porque cenas de acordar às 5 da matina para ver F1, já lá vai o tempo... :laugh:

Aparte o que já foi escrito no artigo do AutoSport, que transcrevo acima, Parece que temos campeonato mais disputado que em 2015. A Mercedes continua no topo mas a Ferrari está um pouco mais perto, se bem que nesta corrida não souberam analisar bem a situação e perderam toda a vantagem que tinham. A fiabilidade parece também não estar por aí além, como se viu com o abandono do Kimi com o carro em chamas. A seguir a estes andam os Red Bull e Williams, depois temos uma grande molhada onde qualquer um pode marcar pontos e no fim os Sauber (a contas com uma grande crise de dinheiro) e a Manor. Neste caso nem o motor Mercedes os tira da cauda do pelotão.
Feio o acidente do Alonso na sequência de um toque no Gutierrez, mas felizmente sem consequências fisicas.

Posto isto para mim as figuras do dia são a Haas e o Grosjean. 1º GP e primeiros pontos para a Haas. Podem dizer que eventualmente foram um dos beneficiados pela interrupção da corrida, mas estavam lá e fizeram para acontecer o 6º lugar. Finalmente uma nova equipa que entra e consegue fazer esquecer as novas equipas que entraram há alguns anos e destas só sobra a Manor na cauda do pelotão. A HRT foi o barrete que foi e a "Team Lotus"/Caterham não fez muito melhor. Portanto palmas para Gene Haas e para o resto da equipa que ele montou.

Guardo para o final o Eurosport. Para uma emissão comentada a partir dos estudios, estiveram todos bem e até fiquei surpreendido com a prestação do António Félix da Costa. O AFC vai alternar nos comentários com o Filipe Albuquerque e com o Tiago Monteiro. A milhas das emissões sobre a F1 na Sport TV.

Daqui a 2 semanas volta a competição no Bahrein e com a volta do sistema antigo na qualificação.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline luisnogueira

  • Moderadores
  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Parede
  • Mensagens: 2554
  • Garagem : Grand Scenic 3 1.5Dci Luxe 05/2011
Re: F1 2016
« Responder #47 em: 21 de Março de 2016, 11:38 am »
Publicidade no Facebook da Vodafone. Tudo indica que vai haver canal Premium da eurosport dedicado à F1 já a partir do 5° GP da época. Portanto aproveitem a fórmula 1 na eurosport à borla enquanto existe...

"Até ao dia 1 de maio assiste aos Grandes Prémios de Fórmula 1 do Bahrein, da China, da Rússia e da Austrália na Tv da Vodafone.
O novo canal Eurosport F1 vai estar disponível, totalmente gratuito na posição 41(HD) e na posição 42(SD) para todos os clientes com Tv Box."

Offline Blurr

  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Ponta Delgada
  • Mensagens: 2826
  • Garagem:Clio 2 1.2 RT 98 + Clio 2 1.5dci 80cv 2004
Re: F1 2016
« Responder #48 em: 22 de Março de 2016, 09:33 am »
Isso na NOS?? é que até diziam que o canal eurosport 2 não seria HD mas na MEO é.. E a qualidade era fantástica..

Offline predas

  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens: 599
Re: F1 2016
« Responder #49 em: 22 de Março de 2016, 09:49 am »
Na NOS, a eurosport 2 faz parte do pack infantil e desporto que custa 5 euros.

Offline Lipe

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Agualva-Cacém
  • Mensagens: 13329
  • Let's do this!
  • Garagem : Skoda, Yamaha, Seat, Nissan, Volvo
Re: F1 2016
« Responder #50 em: 22 de Março de 2016, 18:13 pm »
na Vodafone o SD e o HD estão no pacote base com Tv Box.

Predas... já te disse, tens de mudar :p

F1.... Motors TV  :laugh: :laugh: :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5612
Re: F1 2016
« Responder #51 em: 22 de Março de 2016, 21:10 pm »
Confirmo :)
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline rike1

  • Initiale Paris
  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: Lisboa - Portugal
  • Mensagens: 548
Re: F1 2016
« Responder #52 em: 23 de Março de 2016, 11:22 am »
Ia a mais de 300 km/h e...

! No longer available


É fantástico a forma como os carros de F1 são feitos... a estrutura absorve todo o impacto de um acidente brutal e o piloto sai ileso.

Engenharia automovel no seu melhor!

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2016
« Responder #53 em: 23 de Março de 2016, 22:18 pm »
Impressionante!!...
Uma das coisas que me surpreendeu foi a aparente velocidade dos carros com motor Renault. Não me pareceu haver uma diferença tão grande como no ano passado. A forma como o Renault se defendeu muitas voltas dos toro rosso (que agora tem motor Ferrari) em recta impressionou-me. Ou fui só eu a achar isso?

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2016
« Responder #54 em: 23 de Março de 2016, 22:31 pm »
Os gajos dizem que "descobriram" meio segundo algures no motor durante a pausa de inverno.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2016
« Responder #55 em: 24 de Março de 2016, 18:14 pm »
Pois então na minha opinião não mentiram. Achei-os bastante melhores. Pelo menos aparentemente. Se calhar tiraram o filtro de partículas...

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2016
« Responder #56 em: 03 de Abril de 2016, 23:33 pm »
Citação de: AutoSport
GP Bahrein

Segunda do ano para Nico Rosberg




Nico Rosberg venceu o Grande Prémio do Bahrein de Fórmula 1 depois duma corrida em que arrancou bem, melhor que Lewis Hamilton, que tinha feito a pole, destacou-se, e… nunca mais ninguém o viu. Ou quase. O piloto alemão controlou a corrida a seu bel-prazer, foi ‘olhando para a margem que tinha para o segundo classificado e venceu o seu quinto Grande Prémio consecutivo, contando com os últimos três de 2015. Continua em alta, e já abriu uma margem de 17 pontos para Lewis Hamilton.

O segundo lugar de Kimi Raikkonen tem um sabor agridoce para a Ferrari, já que a equipa perdeu Sebastian Vettel ainda na volta de aquecimento, em virtude de problemas mecânicos no Ferrari do alemão. O finlandês realizou uma boa corrida, chegou a estar a quatro segundos de Rosberg, que perdeu tempo na sua última paragem nas boxes, a dez voltas do final da corrida, mas o homem da Mercedes tinha a contenda perfeitamente controlada. Azar para a Ferrari perder o seu piloto logo antes da partida, impedindo que se pudesse ficar a saber que tipo de luta a Ferrari podia ter dado mais à Mercedes. Pelo que se viu pela parte de Raikkonen, poderia ter sido uma luta bem mais interessante com Vettel em pista…

Terceiro lugar para Lewis Hamilton, que partiu mal e ‘colocou-se a jeito’ do pelotão. Sofreu um toque de Valtteri Bottas na primeira curva (o finlandês foi penalizado por isso) e isso estragou-lhe quase por completo a corrida. Foi às boxes cedo, mas depois realizou uma boa corrida de recuperação, terminando no lugar mais baixo do pódio, a 30.1s do seu colega de equipa, nunca estando em condições sequer de se chegar a Raikkonen.

Apesar de ter danificado a asa dianteira do seu monolugar na primeira curva, Daniel Ricciardo recuperou até quarto e mostrou que a Red Bull-TAG Heuer       , assim que tiver um motor melhor, pode lutar ainda mais à frente. Nova grande corrida da HAAS, com Romain Grosjean a terminar em quinto, fazendo ainda melhor do que em Melbourne. (Mais informação dentro de momentos)

Max Verstappen foi sexto, realizou uma boa corrida, ‘vingando-se’ de Melbourne. Felipe Massa e Valtteri Bottas estiveram apagados, com a Williams longe dos lugares que esperava estar a disputar.  Primeiros pontos para a McLaren este ano e logo por intermédio de Stoffel Vandoorne, que realizou uma boa corrida de estreia na F1. Muito prometedor. Depois do que lhe sucedeu nos treinos livres com a penalização, Kevin Magnussen esteve bem e terminou em 11º, mas o grande destaque vai para Pascal Wehrlein , que foi 13º, e melhor que isso, realizou uma corrida muito boa, mostrando que a Manor deu um verdadeiro salto qualitativo ao escolher a Mercedes para parceira. no pólo oposto esteve a force India, com os seus pilotos muito apagados no Bahrein, termnando nas últimas posição, só com o Manor de Haryanto atrás.
CLASSIFICAÇÃO FINAL:

1    Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes  57 voltas 1h 33m 34.696s
2    Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +10.2s
3    Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes  +30.1s
4    Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer  +1m 02.4s
5    Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari +1m 18.2s
6    Max Verstappen NED Toro Rosso-Ferrari +1m 20.9s
7    Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes    +1 volta
8    Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes    +1 volta
9    Daniil Kvyat RUS Red Bull-TAG Heuer  +1 volta
10    Stoffel Vandoorne BEL McLaren-Honda       +1 volta
11    Kevin Magnussen DEN Renault-Renault        +1 volta
12    Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari          +1 volta
13    Pascal Wehrlein GER MRT-Mercedes +1 lap1
14    Felipe Nasr BRZ Sauber-Ferrari          +1 volta
15    Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes +1 volta
16    Sergio Perez MEX Force India-Mercedes         +1 volta
17    Rio Haryanto INA MRT-Mercedes +1 volta



Foi um GP morno, com algumas boas ultrapassagens e lutas interessantes, mas afinal aconteciam principalmente devido a pneus diferentes entre os pilotos.
Vettel nem arrancou para o GP depois do motor ter entregue a alma ao criador na volta de formação. Com isto e com uma nova má (péssima talvez) partida do Hamilton, lá saltou o Raikkonen para a 2º posição. No meio disto acabou por ser um GP tranquilo para o Rosberg.
Sinal mais de novo para o Grosjean no Haas, que assim começa a justificar a opção de ter entrado para esta nova equipa, em detrimento da permanência na Lotus/actual Renault. Os Williams continuam a andar para trás, apesar de prometerem muito, o Verstappen continua na senda das boas exibições e o Vandoorne no seu 1º GP com a McLaren pontua com uma corrida segura. Magnussen no Renault depois de largar da linha das boxes, ficou à beira dos pontos no 11º lugar. Mas o carro é fraquinho.
Saliência ainda para a exibição do Wehrlein no Manor. Conseguiu meter-se entre os 2 Sauber e ficou ainda à frente dos teoricamente superiores Force India, que parece que andaram toda a corrida aos papeis...
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2016
« Responder #57 em: 15 de Maio de 2016, 22:11 pm »
Cá estou eu de volta a este tópico, depois de 1 interregno de 1 mês.

Citação de: AutoSport
Max Verstappen vence e faz história na F1
Por José Luis Abreu a 15 Maio 2016 14:56
13217180_1072425782803910_4744474657187931883_o

Aos 18 anos, Max Verstappen vence o primeiro Grande Prémio de Fórmula 1 da sua carreira, na primeira corrida que faz com a Red Bull. Depois de ter sido promovido à equipa principal, o jovem holandês surpreendeu tudo e todos ao vencer uma corrida, que ficou ainda marcada pela eliminação mútua dos dois Mercedes, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg a colidirem na curva três. Indiferente a esse facto, Verstappen realizou uma corrida perfeita, e na lotaria dos pneus e da melhor estratégia, Verstappen nunca cedeu um milímetro e susteve atrás de si um dos mais experientes pilotos da história da F1, Kimi Raikkonen, que durante largas voltas esteve muito perto, ao ponto de poder abrir o DRS, mas o piloto da Ferrari nunca encontrou forma de passar o piloto da Red Bull que escreve uma das mais fantásticas páginas da história da F1. Aos 18 anos…

Poucos esperavam uma corrida assim, mas a verdade é que o holandês de 18 anos susteve com grande classe e maturidade a grande pressão de Kimi Raikkonen nas últimas voltas. Desta forma, Max Verstappen precisou apenas de uma corrida com a Red Bull para chegar à vitória na F1. Kimi Raikkonen tentou tudo, mas nada pôde fazer para passar o piloto holandês.

Depois do acidente que eliminou os dois Mercedes antes da curva quatro – ler em separado – (neste momento os dois pilotos já se desculparam perante a equipa) na luta ficaram Daniel Ricciardo, Max Verstappen, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel e a luta foi muito interessante, com as duas equipas a optarem por estratégias diferentes entre cada um dos seus dois pilotos (alguma havia de estar certa) e por isso, perto do fim os quatro primeiros chegaram a estar separados por cinco segundos, mas com o passar das voltas começou a perceber-se que a decisão da corrida iria dar-se entre Verstappen e Raikkonen, e neste particular o holandês esteve absolutamente imparável, nunca permitindo ao finlandês incomodá-lo muito.

Na luta pelo lugar mais baixo do pódio, Ricciardo bem tentou bater Vettel, mas na tentativa mais agressiva que fez deu-se mal e a partir daí Vettel não lhe permitiu mais. O australiano teve o azar de furar a uma volta do fim, mas ainda assim ainda deu para aguentar o quarto lugar. Valtteri Bottas foi quinto com o Williams a uns longínquos 45.271s do vencedor, Carlos Sainz colocou o seu Toro Rosso num bom sexto lugar, na sua corrida caseira, e daí para a frente quase não se deu pela corrida, parecia outra completamente diferente dos primeiros quatro. Sergio Perez (Force India) Felipe Massa (Williams) foi oitavo depois duma boa recuperação, Jenson Button (McLaren) foi nono e Daniil Kvyat (Toro Rosso) fechou o top 10.

Classificação

1. Max Verstappen NED Red Bull-Renault 66 voltas
2. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +0.6s
3. Sebastian Vettel GER Ferrari-Ferrari +5.5s
4. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault +43.9s
5. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +45.2s
6. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari +61.3s
7. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +1m 19.6s
8. Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes +1m 20.7s
9. Jenson Button GBR McLaren-Honda +1 volta
10. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari +1 volta
11. Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari +1 volta
12. Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari +1 volta
13. Jolyon Palmer GBR Renault-Renault +1 volta
14. Kevin Magnussen DEN Renault-Renault +1 volta
15. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari +1 volta
16. Pascal Wehrlein GER Manor-Mercedes +1 volta
17. Rio Haryanto INA Manor-Mercedes +1 volta

Abandonos
Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 56
Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 45
Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes 20
Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes 0
Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes 0

Assim de repente, o puto Verstappen na sua 1ª corrida com a Red Bull, ganha.
A Red Bull está a posicionar-se como a 2ª força e a Ferrari a ficar cada vez mais para trás. Os italianos depois de uma pré época em que limparam tudo, parecem estar na mesma como nos tempos do Alonso. Promessas que depois davam em nada.
Houve alguma animação mas poucas ultrapassagens, o que é normal neste circuito e com o hara-kiri pelo menos assim houve luta a 4 pelo 1º lugar.

Como agora o EuroSport xtra se paga, lá tive que voltar ao esquema do ano passado. Ver o gp na RTL e ouvir a transmissão da Sky num streaming manhoso. Pagar 5,90€ por um canal para ver 2 ou 3 GP por mês, não contem comigo.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5612
Re: F1 2016
« Responder #58 em: 15 de Maio de 2016, 23:44 pm »
Grande gp este, muito bom
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Blurr

  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Ponta Delgada
  • Mensagens: 2826
  • Garagem:Clio 2 1.2 RT 98 + Clio 2 1.5dci 80cv 2004
Re: F1 2016
« Responder #59 em: 17 de Maio de 2016, 10:16 am »
O motor Renault não presta.. Temos que ter outro.. Nunca mais ganhamos com estes...


Conversa....

Em relação à Ferrari, bem feito... A culpa era do Alonso que era um filha da mãe.. Vettel é que vais salvar... Toma...