Autor T√≥pico: F1 2015  (Lida 20732 vezes)

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #60 em: 22 de Junho de 2015, 15:24 pm »
E prepara-te para o 3¬ļ, pois n√£o me parece que o estado das coisas se altere para 2016.
Para 2017 está em principio em cima da mesa uma alteração nas regras, agora se elas vão permitir o aproximar dos outros, vamos ver. Fala-se em esticar a largura actual dos monolugares de 1,8 para 2 m, a potência subir até 1000 cv e mais barulho do escape.
Fala-se ainda que a Michelin pode regressar e com pneus para jante de 17 ou 18".
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #61 em: 27 de Julho de 2015, 21:58 pm »
Citação de: AutoSport
Grande Prémio da Hungria
Vettel vence e dedica triunfo a Jules Bianchi



Merci Jules, cete victoire et por toi! Foi com estas palavras na língua materna de Jules Bianchi que Sebastien Vettel dedicou a sua segunda vitória do ano ao malogrado francês, que como se sabe, perdeu a vida na passada semana depois de nove meses hospitalizado como consequência do seu acidente de Suzuka 2014.
 
O piloto alemão da Ferrari arrancou bem e liderou toda a corrida, e nem quando teve Nico Rosberg muito perto, já na fase final da corrida, se atemorizou, mantendo sempre a calma, vencendo com todo o merecimento numa corrida que praticamente ficou decidida após a primeira curva, isto apesar da muita ação que houve… e há para contar.

Apesar de ter chegado √† sua traseira, perto do final da corrida, depois da entrada do safety car em pista como consequ√™ncia do acidente de Nico Hulkenberg, que na reta da meta viu a asa dianteira do seu Force India ceder e deixar muitos detritos no asfalto. Nesta altura Vettel e Raikonen tinham grande vantagem face a Rosberg, mas o finland√™s estava a ter problemas com o motor gerador que regenera energia das travagens e com isso perdeu muita pot√™ncia na sua unidade motriz. Certamente iria ser ‚Äėv√≠tima‚Äô f√°cil de Rosberg. Com o safety car a vantagem de Vettel dilui-se e para as √ļltimas voltas e Rosberg logrou poder lutar pela vit√≥ria.
 
Mas só muito dificilmente Nico Rosberg conseguiria ultrapassar o homem da Ferrari, a não ser que este cometesse um erro. Afinal, quem acabou por cometer um erro foi Daniel Ricciardo, que na luta pelo segundo lugar com Rosberg, excedeu-se falhou a travagem no final da reta da meta, passou que nem uma flecha à frente… do flecha de prata de Rosberg, alargou a trajetória, com Rosberg a passar novamente para a sua frente. Contudo, ao regressar à trajetória certa, Ricciardo tocou com a asa do seu Red Bull no pneu traseiro direito do Mercedes de Rosberg, que furou e teve que ir às boxes mudar de pneus, perdendo dessa forma a liderança do campeonato, que era virtualmente sua, uma vez que Hamilton estava muito atrasado.

Com tudo o que se passou em pista com os principais favoritos, Daniil Kvyat obteve o primeiro pódio da sua carreira na Fórmula 1, e neste momento não há como não nos lembrarmos de António Félix da Costa. Apesar de ter tido que ir às boxes depois do toque que deu em Rosberg, que lhe estragou a corrida e lhe retirou a liderança do campeonato, Daniel Ricciardo foi terceiro, oferecendo à Red Bull-Renault o seu primeiro pódio do ano e logo um duplo pódio.
 
Max Verstappen esteve perto de se estrear em pódios na F1, já que foi quarto classificado, naquela que é a terceira vez que pontua este ano. Fantástico resultado de conjunto para a McLaren-Honda, com Fernando Alonso a ser quinto classificado, enquanto Jenson Button foi nono.
 
O l√≠der do campeonato, Lewis Hamilton realizou claramente sua pior corrida do ano! Depois de ter sido o melhor nas quatro sess√Ķes de treinos livres e qualifica√ß√£o realizadas, na corrida cometeu imensos erros. Partiu mal, caindo de primeiro para quarto, pouco depois em luta com Rosberg saiu de pista, caindo imensas posi√ß√Ķes.

Depois disso esteve bem, e teve sorte do incidente entre Rosberg e Ricciardo ter permitido que mantenha a liderança do campeonato, pois como as coisas estavam antes disso, ia perdê-la para o seu companheiro de equipa. Tendo mostrado tantas vezes que é melhor piloto que o seu colega de equipa, por vezes estraga tudo com incidentes em cima de incidentes. Acabou por ter muita sorte não ir para férias em segundo no Mundial.
 
Romain Grosjean foi sétimo, terminando na frente de Nico Rosberg que também não partiu bem, permitindo aos dois Ferrari passarem à sua frente. Depois não conseguir aguentar o ritmo de Vettel e Raikkonen, perdendo segundos atrás de segundos, mas na fase final da corrida, quando se preparava para ser segundo (desconhece-se se iria tentar algo mais) foi surpreendido por uma má manobra de Ricciardo, que o fez furar, ir às boxes e cair de segundo para quinto.

Jenson Button colocou o seu McLaren-Honda na nona posi√ß√£o, e Marcus Ericsson levou o seu Sauber-Ferrari pela terceira vez no ano aos pontos. Felipe Nasr foi 11¬ļ na frente do seu compatriota Felipe Massa, que esteve mal neste Grande Pr√©mio, sendo penalizado logo ap√≥s a partida dado a n√£o ter colocado corretamente o seu Williams-Mercedes na grelha.
 
Ironicamente, depois de tudo o que passou nesta corrida, Hamilton ganhou mais quatro pontos a Rosberg na luta pelo Mundial, e vai de férias com um sabor agridoce. Se por um lado aumentou a margem, por outro, fez tudo para acontecer exatamente o contrário. Neste momento, só os dois pilotos da Manor/Marussia ainda não pontuaram.
 
Classificação:

1. Sebastian Vettel GER Ferrari-Ferrari 69 laps
2. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault +15.7s
3. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault +25.0s
4. Max Verstappen NED Toro Rosso-Renault +44.2s
5. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +49.0s
6. Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes +52.0s
7. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes +58.5s
8. Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes +58.8s
9. Jenson Button GBR McLaren-Honda +67.0s
10. Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari +69.1s
 
11. Felipe Nasr BRZ Sauber-Ferrari +73.4s
12. Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes +74.2s
13. Pastor Maldonado VEN Lotus-Mercedes +80.2s
14. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +85.1s
15. Roberto Merhi SPA Manor Marussia-Ferrari +2 voltas
16. Will Stevens GBR Manor Marussia-Ferrari +4 voltas
 
NT Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault motor
NT Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari motor
NT Sergio Perez MEX Force India-Mercedes abandono
NT Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes Acidente


J√° foi ontem mas por acaso (e foi mesmo por acaso) vi este GP da Hungria.
Sinceramente estava à espera de mais uma corrida chata, dominada pelos Mercedes num circuito lento, secante e com poucos pontos de ultrapassagem.
Esteve perto mas os Ferrari com um arranque canhão passaram à frente e o Hamilton só fez merd* na 1ª volta.
Depois com o acidente do Hulkenberg e consequente safety car a baralhar ainda mais as coisas, é que a corrida aqueceu.
Nota-se que os Mercedes se partirem √† frente s√£o imbativeis, mas ao andarem atr√°s de outros a coisa complica. Ser√° que os Mercedes s√£o demasiado sensiveis quando andam atr√°s de outros? √Č que nem h√° lutas entre os 2, pois o que vai atr√°s come√ßa logo com problemas de aerodin√Ęmeica, desgaste prematuro de pneus, etc, etc.
Mas ainda bem que o Vettel ganhou, assim pelo menos n√£o √© mais uma vit√≥ria para o lado dos alem√£es. Foi porreiro os 2¬ļ e 3¬ļ da Red Bull, agora que as rela√ß√Ķes com a Renault parecem melhores. Apesar disto os franceses continuam a esticar a corda com a Lotus, possivelmente para desvalorizaarem ainda mais a equipa e comprarem a pre√ßo de saldo...
O puto Verstappen em 4¬ļ e imagine-se, o Alonso na bosta do Mclaren Honda em 5¬ļ e √† frente dos 2 Mercedes. Se antes da corrida me dissessem que ele iria chegar a 5¬ļ eu de certeza que rebolava a rir. No meio desta confus√£o toda, o Hamilton ainda conseguiu terminar 2 posi√ß√Ķes √† frente do Rosberg, com o Grosjean entre eles. Este j√° diz que se a Renault regressar √† F1 com equipa pr√≥pria (Lotus) ser√° muito bom para a modalidade. J√° se est√° a fazer ao lugar e at√© acho que merece.
Agora s√≥ l√° para mais de meio de Agosto √© que h√° mais. 
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5492
Re: F1 2015
« Responder #62 em: 27 de Julho de 2015, 23:00 pm »
Foi uma corrida como deve ser, toques entre carros, ultrapassagens, furos... Hamilton só a fazer bosta.

Mais uma paragem de 3 semanas, a anulação do GP da Alemanha estragou tudo
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2015
« Responder #63 em: 28 de Julho de 2015, 11:09 am »
Realmente, bela corrida. Bastante animação e interesse. Bem diferente do habitual! E logo num dos piores circuitos, na minha opinião... Pergunto-me sempre que raio tem este circuito, que o faça não sair do calendário, como aconteceu com o Estoril, por exemplo...

√Č bom ver dois motores Renault no p√≥dio... Talvez seja s√≥ eu, mas n√£o acho que a cupla do incidente entre o Rosberg e o Ricciardo seja exclusivamente do Ricciardo. O Rosberg chegou-se para a esquerda, quando o Ricciardo j√° l√° estava. Nas repeti√ß√Ķes, o unico carro que vejo a mudar de trajectoria no momento do contacto √© o Mercedes. O Red Bull est√° perfeitamente a direito... Mas se calhar sou eu a ser tendencioso... E a continuar a n√£o gostar dos alem√£es. Mas sinceramente √© a minha opini√£o...

Offline Blurr

  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Ponta Delgada
  • Mensagens: 2826
  • Garagem:Clio 2 1.2 RT 98 + Clio 2 1.5dci 80cv 2004
Re: F1 2015
« Responder #64 em: 28 de Julho de 2015, 14:05 pm »
eu concordo contigo.. O rosberg tem todo o espaço do mundo mas decidiu fechar a porta ao riccardo.. Ainda por cima com motor mercedes, facilmente estaria na curva 2 à frente...

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #65 em: 28 de Julho de 2015, 17:03 pm »
O Estoril saiu por falta de dinheiro e além da eliminação da curva do tanque, com a consequente criação daquela chicane parva e estupidamente lenta, o prolongamento da recta da meta com uma curva 1 mais apertada, era ainda necessário realizar ainda mais obras. A juntar a isto tudo, aconteceu ainda a morte do César Torres que foi sempre o principal impulsionador da coisa e que tinha um cargo importante na FIA. Sem dinheiro e sem influencia, bye bye GP de Portugal.

O Hungaroring √© um circuito lento, chato e sem pontos reais de ultrapassagem, excepto o final da recta da meta. Normalmente os GP aqui s√£o enfadonhos e longos, no entanto este ano e no ano passado at√° foram dos melhores da temporada. Os h√ļngaros t√™m dinheiro para pagar ao palhacito do av√ī Bernie e os pilotos de uma maneira geral gostam bastante do ambiente √† volta deste GP.

O toque entre o Ricciardo e o Rosberg para mim foi uma desatenção do alemão, que se esqueceu que o Ricky Smile podia andar por ali. Acho que o gajo podia ter sido mais prudente e assim marcar uma catrefada de pontos face ao Hamilton. Mas como diz o outro, que se fo**. :laugh:

Um aparte para mencionar que a Renault Sport vai deixar de apoiar Formula Renault 3.5, que anda no programa das World Series. Para obterem a Super Licença, os pilotos não ganham muito se andarem a pilotar aqui. Será isto uma pista para o desvio de recursos para o programa da equipa de Fórmula 1?
Aguardemos...
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5492
Re: F1 2015
« Responder #66 em: 28 de Julho de 2015, 20:04 pm »
Fala-se que podem comprar de volta a Lotus....
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #67 em: 03 de Agosto de 2015, 15:31 pm »
Dizem que a partir de 2017 os F1 podem ser assim:

! No longer available


E diz o Cyril Abiteboul (director do programa de F1 da Renault Sport), que antes do GP da Bélgica não será tomada qualquer decisão e lembra que para já o importante é cumprir os contratos com Red Bull e Toro Rosso, que vigoram até ao final de 2016. Talvez (digo eu) só lá para o fim do verão é que a Renault vai anunciar o caminho, ao escolher uma de 3 hipóteses: Comprar equipa e voltar a ter estrutura 100% Renault, Continuar apenas a fornecer motores ou Abandonar.
Acho que vai ser a 1ª.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #68 em: 23 de Agosto de 2015, 18:12 pm »
Citação de: AutoSport
GP Bélgica
Sexta vitória do ano para Lewis Hamilton




Lewis Hamilton venceu o Grande Prémio da Bélgica de Fórmula 1, dominando de fio a pavio uma corrida com muitas incidências, mas que os Mercedes voltaram a dominar a seu bel prazer. Depois de uma corrida com poucos fogachos de relevo, Nico Rosberg terminou em segundo, permitindo dessa forma que Hamilton se afaste mais um pouco no campeonato, tendo agora 28 pontos de avanço face ao seu companheiro de equipa. Curiosamente, este foi um Grande Prémio em que só a Manor e McLaren não obtiveram pontos...

 Terceiro lugar para Romain Grosjean, que j√° n√£o obtinha um lugar no p√≥dio desde o GP dos EUA de 2013, sendo que depois disso o melhor que conseguiu foram dois quintos lugares, um deles este ano no Canad√°.

Ao contr√°rio de Rosberg, Hamilton partiu bastante bem e n√£o se deixou surpreender por ningu√©m, sendo que a √ļnica vez em que teve a lideran√ßa em perigo foi precisamente na primeira volta, quando Sergio Perez, fruto da boa velocidade de ponta do seu Force India, se colocou durante alguns metros √† frente do homem da Mercedes, mas na travagem, o ingl√™s da Mercedes recuperou a posi√ß√£o e a partir da√≠ arrancou para uma vit√≥ria bastante descansada.

No p√≥lo oposto, Nico Rosberg teve uma m√° partida e caiu para quinto, demorando depois um pouco a chegar √† posi√ß√£o em que terminou a corrida, o segundo lugar, n√£o tendo quaisquer hip√≥teses de chegar mais longe. Quarto lugar para Daniil Kvyaat, repetindo as mesmas posi√ß√Ķes que j√° obteve no M√≥naco e na Hungria. Uma boa corrida do jovem piloto da Red Bull, abrilhantada por uma grande ultrapassagem a Felipe Massa j√° bem perto do final da corrida.

Atr√°s de Rosberg, Sebastian Vettel recuperou bem da oitava posi√ß√£o em que partiu, depressa chegou ao quinto lugar, mas ao optar por uma estrat√©gia de uma paragem apenas, um dos pneus do seu Ferrari, o traseiro direito, n√£o aguentou o esfor√ßo e rebentou j√° perto do final da corrida, permitindo ao alem√£o ser apenas 12¬ļ classificado.

Com este abandono, quem beneficiou foi Romain Grosjean, com o quarto classificado Daniil Kvyat a assegurar o quarto lugar depois de passar quatro carros nas √ļltimas oito voltas da corrida, aproveitando os pneus mais frescos que tinha no seu Lotus.
 
A corrida ficou marcada por um bizarro incidente, quando os mec√Ęnicos da Williams erraram na coloca√ß√£o dos pneus no monolugar de Valtteri Bottas, colocando tr√™s macios e um m√©dio, o que redundou numa penaliza√ß√£o para o finland√™s, que teve de fazer um drive-through, terminando em nono. Um dia mau para os dois Williams j√° que Felipe Massa foi apenas s√©timos depois de uma corrida muito apagada.
 
Na corrida, a primeira v√≠tima foi Nico Hulkenberg, que abortou a primeira partida ficando parado na grelha. Levaram-no para as boxes donde j√° n√£o saiu. Tamb√©m Carlos Sainz Jr. se queixou de falta de pot√™ncia no motor Renault do seu Toro Rosso e recolheu √†s boxes. Na segunda volta, Pastor Maldonado foi o terceiro a abandonar devido √† quebra do motor Mercedes do seu Lotus, na sa√≠da da Eau Rouge. Na 20¬™ volta 20, Daniel Ricciardo parou na reta da meta com problemas mec√Ęnicos no seu Red Bull o que levou a um Safety Car Virtual.
 
Por esta altura, Nico Rosberg tinha reduzido a vantagem de Hamilton, mas o ingl√™s tinha tudo controlado. Mais atr√°s, Sergio P√©rez era terceiro mas perdia g√°s para o Lotus de Grosjean. Ap√≥s a segunda paragem nas boxes de todos os pilotos (menos vettel que s√≥ fez uma) era o alem√£o o terceiro classificado, na frente de Grosjean e P√©rez. A luta atr√°s dos dois Mercedes foi boa, sendo que as classifica√ß√Ķes s√≥ ficaram determinadas depois do rebentamento do pneu no Ferrari de Vettel, sendo que nesta altura o maior destaque foi de Kvyat, que recuperou in√ļmeras posi√ß√Ķes. A pr√≥xima corrida tem lugar em Monza, It√°lia, dentro de duas semanas.
 
Classificação

1. Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes 43 laps 1hr 23m 40.387s
2. Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes +02.0s
3. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes +37.9s
4. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault +45.6s
5. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +53.9s
6. Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes +55.2s
7. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +55.7s
8. Max Verstappen NED Toro Rosso-Renault +56.0s
9. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +1m 01.0s
10. Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari +1m 31.2s
 
11. Felipe Nasr BRZ Sauber-Ferrari +
12. Sebastian Vettel GER Ferrari-Ferrari +
13. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +1 volta
14. Jenson Button GBR McLaren-Honda +1 volta
15. Roberto Merhi ESP Manor-Ferrari +1 volta
16. Will Stevens GBR Manor-Ferrari +1 volta
NT Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault 33 voltas, motor
NT Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault 19 voltas, hidr√°ulica
NT Pastor Maldonado VEN Lotus-Mercedes 1 volta, motor
 
NP Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes N√£o partiu


Mais um GP sem grande história nos 2 primeiros lugares, com os suspeitos do costume e com o Hamilton cada vez mais dominador. O tri aproxima-se.
Gostei do 3¬ļ lugar do Grosjean e atr√°s dele umas lutas interessantes mas n√£o mais que isso.

Agora o que interessa, ao que parece a Renault vai anunciar no sal√£o de Frankfurt a compra da Lotus e uma parceria com a Sauber. Logo a seguir a Red Bull deve anunciar que vai deixar os motores Renault e passar-se para o lado da Mercedes. A Toro Rosso deve voltar a ter motores Ferrari (troca com a Sauber).
Isto tudo é para 2016, ano em que os contratos com Red Bull e Toro Rosso ainda estão em vigor, logo existirá alguma espécie de negociação para um acordo amigavel.
Agora a teoria da conspiração, a Honda anda uma miséria e o chassis da McLaren também não deve ser grande espingarda. Parece-me que se não melhorar muito no próximo ano, os britanicos vão à procura de outro fornecedor. Voltar a ser cliente Mercedes duvido, pois a separação não foi muito amistosa, montar um motor Ferrari num McLaren soa muito estranho.
Em 2017 Mclaren - Renault.
Vai uma aposta? :wink:
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline pjrcampos

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi
  • *
  • Localidade: Gondomar
  • Mensagens: 1120
  • Garagem : Laguna Break1.5dci 2011/ClioIV 1.5dci/Uno turbo ie
Re: F1 2015
« Responder #69 em: 23 de Agosto de 2015, 22:57 pm »
Os motores Renault não Mme parecem assim ttão maus neste momento. Pelo menos olhando a este circuito, muito rápido, os red Bull e os toro rosso não estavam nada mal bem velocidade. Contínuo mesmo a achar que a red Bull está a culpar excessivamente a Renault pela sua própria incapacidade. Mas isso sou eu a dizer...

Quanto à McLaren Renault... Parece-me difícil, pois o investimento da honda foi grande. Mas têm mesmo de andar da perna, pois estão verdadeiramente miseráveis. Até da pena ver o Alonso... Mas nunca se sabe! Não digo nada...

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #70 em: 23 de Agosto de 2015, 23:04 pm »
Os gajos da Red Bull n√£o s√£o uma equipa normal na F1.
Por imperativos de marketing têm que estar sempre no topo e agora que não estão grande coisa é muito facil culpar a Renault. A McLaren deve estar pelos cabelos com a Honda mas não se ouve nem 10% do que se ouve da Red Bull sobre a Renault.
Mas também se passarem para o lado da Mercedes, nunca vão ter motor igual à equipa dos gajos. Será sempre uma versão cliente com menos capacidades.
Agora também há rumores que a Renault está em conversas com a Force India.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5492
Re: F1 2015
« Responder #71 em: 23 de Agosto de 2015, 23:19 pm »
Vamos ver... era engraçado ter uma Works team Renault outra vez
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #72 em: 26 de Agosto de 2015, 21:56 pm »
A confus√£o dos motores para 2016:

Citação de: AutoSport
Red Bull e Toro Rosso n√£o renovam contrato com a Renault

A Red Bull e a Toro Rosso notificaram oficialmente a Renault, durante o Grande Pr√©mio da B√©lgica, da inten√ß√£o de terminarem o contrato que as liga √† marca francesa j√° no final deste ano. As equipas de Dietrich Mateschitz apontaram a falta de competitividade das Unidades Motrizes francesas e os consecutivos problemas de fiabilidade, como raz√Ķes para essa decis√£o acionando as cl√°usulas de rescis√£o do contrato e preparando-se para negociar as indemniza√ß√Ķes que ter√£o de ser pagas ao construtor franc√™s.
 
Pelo seu lado, a Renault est√° a ultimar os detalhes da recompra da equipa Lotus, seis anos depois de ter vendido a sua equipa √° Genii Capital, apesar da reuni√£o que tinha sido marcada para o final de Julho em Paris ter sido anulada devido a outros compromissos de Carlos Ghosn. Mas o brasileiro e Gerard Lopez t√™m estado em contacto neste √ļltimo m√™s, aproximando as suas posi√ß√Ķes, ao ponto h√° cerca de duas semanas uma equipa do departamento financeiro e fiscal da Renault estar em Enstone a analisar todos os documentos da equipa, num processo denominado de Dilig√™ncia Pr√©via.
 
Segundo fontes da equipa as negocia√ß√Ķes dever√£o estar conclu√≠das at√© meados de Setembro, esperando-se um an√ļncio oficial antes do Grande Pr√©mio de Singapura, o mais tardar, e n√£o sendo de excluir que a Renault possa antecipar para Monza a oficializa√ß√£o do acordo. √Č precisamente devido √†s implica√ß√Ķes legais deste processo que tanto a Red Bull, como a Mercedes t√™m sido muito cautelosas, e todos dizem que quando as decis√Ķes forem tomadas, atuar√£o em conformidade com o que acontecer.
 
Segundo sabe o AutoSport, Bernie Ecclestone est√° a ter um grande papel neste processo, j√° que ciente do facto de que Toto Wolff estava a tentar empatar as negocia√ß√Ķes com a Red Bull, entrou diretamente em contacto com Dieter Zetsche, CEO da Daimler, e juntamente com Dietrich Mateschitz esbo√ßou rapidamente um acordo que j√° foi aprovado pelo Conselho de Administra√ß√£o da marca alem√£.
 
Contudo, por quest√Ķes legais, ter√° de ser a Renault a comunicar o que vai fazer no futuro ‚Äď comprando a Lotus ou, caso o neg√≥cio falhe por completo, abandonando a F√≥rmula 1 ‚Äď antes da Red Bull e da Mercedes anunciarem o novo contrato, que dar√° √† equipa de Mateschitz o motor competitivo que lhe tem faltado nos √ļltimos dois anos.
 
Adrian Newey j√° adiou por mais um ano a sua dedica√ß√£o em exclusivo ao programa da equipa brit√Ęnica da Americas Cup, pois est√° determinado em terminar a sua carreira na F√≥rmula 1 com um chassis ganhador.
 
Por isso est√° a trabalhar a fundo no projeto do Red Bull RB12, pois a arquitetura original do Mercedes V6 faz com que o conceito do monolugar seja substancialmente diferente do que foi aplicado no RB11 deste ano.
 
Se a Red Bull vai utilizar motores Mercedes no pr√≥ximo ano, a Toro Rosso vai regressar √† colabora√ß√£o com a Ferrari, depois de apenas dois anos de interregno. Para a equipa de Faenza, esta era a √ļnica alternativa dispon√≠vel, pois a Mercedes n√£o tem capacidade para fornecer seis equipas ‚Äď vai ficar com a sua equipa oficial, Red Bull, Williams, Force India e Manor, em 2016 ‚Äď e os italianos est√£o tamb√©m convencidos que v√£o dar um passo em frente em termos de competitividade e fiabilidade da Unidade Motriz.
 
Desta forma a Renault e a Honda v√£o fornecer apenas as suas equipas oficiais no pr√≥ximo ano, enquanto a Ferrari aumentar√° para quatro o n√ļmero de equipas com quem trabalha, pois √† Scuderia e √† Sauber v√£o juntar-se a Haas e a Toro Rosso, o que deixar√° os franceses e os japoneses em forte desvantagem para o desenvolvimento das suas motoriza√ß√Ķes durante os poucos dias de testes de Inverno.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5492
Re: F1 2015
« Responder #73 em: 26 de Agosto de 2015, 22:07 pm »
Tava-se mesmo a ver.  Muito bom..tudo Mercedes e Ferrari excepto duas equipas. Parece a F1 nos anos 70 em que todas equipas menos a Ferrari usavam motor Ford Cosworth
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13929
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 2015
« Responder #74 em: 26 de Agosto de 2015, 22:15 pm »
Todos sabem que o motor Mercedes é de longe o melhor, mas no meio disto gostava que os gajos do touro vermelho se dessem mal com esta troca. E como é natural nunca os tipos da mercedes vão "deixar" que a Red Bull se superiorize à sua equipa oficial.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh: