Autor Tópico: F1 - 2017  (Lida 15273 vezes)

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5468
Re: F1 - 2017
« Responder #120 em: 27 de Agosto de 2017, 23:40 pm »
Vai ser renhido até ao fim. Será que a Ferrari no próximo fim de semana vai dar uma alegria aos tifosi....?

Enviado do meu SM-G920F através de Tapatalk

Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline profiesta

  • João Neves
  • Initiale Paris
  • 1.6 TCe
  • *
  • Localidade: Wolfsburg
  • Mensagens: 1646
  • Low profile
Re: F1 - 2017
« Responder #121 em: 28 de Agosto de 2017, 14:19 pm »
Citar
F1, FERNANDO ALONSO: “RECEBI MUITAS OFERTAS E ESTOU A ANALISAR 40% DELAS”


O mais recente rumor sobre o futuro de Fernando Alonso aponta o espanhol para a Williams, com o piloto da McLaren a dizer ontem que recebeu várias propostas de outras equipas, mas que ainda não decidiu o que vai fazer: “Recebi muitas ofertas, a 60% destas ofertas disse que não, as restantes 40% ainda estão sobre a mesa. Vou esperar o máximo possível antes de decidir”, disse Alonso.

Paddy Lowe, chefe técnico da Williams, não quis comentar esta possibilidade, mas disse que um bom piloto é importante para elevar o nível da equipa: “Precisas de grandes pilotos e grandes carros para venceres corridas. Quanto melhor o teu monolugar, melhor os pilotos que atrais. Com um grande piloto na equipa, todos ficam motivados e trabalham mais. Existem vários pilotos bons, temos de tentar escolher os melhores que conseguirmos”, disse Lowe.

Alonso quer vencer corridas e tal parece não estar para breve na McLaren, no entanto, na Williams as perspetivas de lutar por vitórias não muito mais animadoras, apesar do quinto lugar entre os construtores.

A minha aposta vai para a Williams ou Force India. Só acredito na Renault caso não fiquem com o Kubica.

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13928
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 - 2017
« Responder #122 em: 28 de Agosto de 2017, 19:28 pm »
Force India duvido muito. A equipa apesar de muito bem gerida e de ter o carro cheio de patrocinadores, tem proprietários endividados e a enfrentar acusações que podem levar à sua prisão, logo não devem ter dinheiro para pagar ao Alonso. E o espanhol certamente não vai abdicar de um cheque gordo no final de cada mes.
Há mais possibilidades na Williams, mas o gajo também sabe que não é ali que vai ganhar corridas. Sempre tive a impressão que os motores que a Mercedes fornece aos seus clientes, são inferiores aos da equipa oficial, o que até se compreende e na possibilidade de terem "concorrência", se a Williams desta vez acertar no chassis e com o Alonso ao volante, garantidamente o motor será mesmo mais fraco.

Sobre o Kubica na Renault, apesar de me agradar, há ainda muitas dúvidas se é mesmo possível.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13928
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 - 2017
« Responder #123 em: 17 de Setembro de 2017, 21:55 pm »
Falhou o comentário ao GP de Itália (Os taxis deram uma abada autêntica ao resto do pelotão) e no circuito onde teoricamente eram inferiores aos Ferrari e Red Bull, mais uma do Hamilton.

Citação de: AutoSport
Lewis Hamilton vence GP de Singapura de Fórmula 1



Foi-lhe praticamente oferecido pelos pilotos da Ferrari e por Max Verstappen, mas como diz o adágio popular, a cavalo dado não se olha o dente. Depois do incidente que sucedeu logo no início da corrida e que deixou fora de combate Vettel, Verstappen e Raikkonen, Hamilton ficou com o caminho livre para vencer, o que fez com grande facilidade. Daniel ricciardo persegui-o durante toda a corrida, não muito longe mas apesar de dois Safety Car nunca foi capaz de confirmar o melhor andamento dos Red Bull, até porque a fase inicial da corrida foi disputada com a pista muito molhada, e só a segunda parte foi com o traçado seco, o que pode ter interferido com as afinações e retirado à Red Bull a ‘mão’. A verdade é que Hamilton sai de Singapura com 28 pontos de avanço, que não sendo decisivos tornam a questão bem mais complicada para Vettel, pois agora vêm aí corridas que não são favoráveis à Ferrari, embora também não sejam claramente favoráveis à Mercedes como o foram Spa e Monza. O campeonato está, portanto mais bem encaminhado para Hamilton, e para Vettel tudo o que podia correr mal este fim de semana e agora com a investigação que está a ser feita ao acidente, veremos se as coisas não pioram ainda mais porque apesar do alemão ter dito que não foi sua culpa, há quem não pense assim. no mínimo será considerado um incidente de corrida, mas o pior efeito já lá está. 28 pontos atrás de Hamilton.

Hamilton cruzou a linha de chegada  4.5 segundos na frente de Daniel Ricciardo, com Valtteri Bottas a completar o pódio. Com este resultado, Bottas ficou a 23 pontos de Vettel. A corrida começou à chuva e depois de tudo o que aconteceu até à primeira interrupção (ver artigos detalhes sobre tudo o que se passou CLIQUE AQUI – CLIQUE AQUI – com os pilotos da frente a arrancar de pneus intermédios, enquanto Nico Hulkenberg e os McLaren de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne preferiram os pneus de chuva. Por aqui se percebe como estava a pista. Kimi Raikkonen arrancou muito bem, mas depois foi o caos.  Os Comissários estão a investigar o incidente, e há-de saber-se mais nas próximas horas.

O McLaren mais parece um ‘tanque tendo em conta a pancada que sofreu, Alonso continuou em pista mas a equipa disse-lhe para abandonar porque… ficou sem telemetria. Levar uma ‘porrada’ daquelas e perder só a telemetria, é obra…

Hamilton ficou na frente e por aí se manteve até ao fim. Mais tarde, o Safety Car teve que entrar novamente, depois de Daniil Kvyat se despistar. Nesta altura vários pilotos  trocaram pneus , mas a Mercedes não arriscou uma paragem que podia calhar mal.

A pista começou a secar e Kevin Magnussen foi o primeiro a colocar pneus para pista seca, no que foi seguido rapidamente por todos os restantes pilotos. Mais tarde foi a vez de Marcus Ericsson fazer um pião e bater, na Anderson Bridge. novo Safety Car. Hulkenberg, que era quarto e não estava longe de obter o primeiro pódio da sua carreira, teve que ir às boxes por causa de uma ligação no seu Renault, caindo para 10º.
Desistiu perto do fim e bateu estabeleceu um novo recorde, ao tornar-se no piloto que mais Grandes Prémios disputou sem ir ao pódio, 129. Carlos Sainz Jr. foi quarto, a sua melhor classificação de sempre, terminando na frente de Sergio Perez, com Jolyon Palmer a assegurar os seus primeiros pontos este ano, com o sexto lugar. Stoffel Vandoorne foi sétimo na frente de Lance Stroll, Romain Grosjean e Esteban Ocon, que fechou o top 10. O Grande Prémio não terminou com o número de voltas previsto, mas sim quando se atingiram as duas horas de corrida, como ‘dizem’ os regulamentos. Esta foi a primeira corrida da história da F1 a realizar-se (na fase inicial) à chuva e sob luz artificial.

Agora, o campeonato está totalmente na mão de Lewis Hamilton, e ainda que não possa ficar totalmente descansado é Vettel que tem de fazer pela vida para manter viva a possibilidade de chegar ao título, mas as dificuldades a partir deste momento são muito maiores. Se por um acaso do destino, Vettel vencesse as próximas quatro corridas, sempre com Hamilton em segundo, sairiam empatados para as duas últimas corridas do ano. Por aqui se vê a dificuldade da tarefa que Vettel tem pela frente…

Classificação
1    Lewis Hamilton    MERCEDES    2:03:23.544
2    Daniel Ricciardo    RED BULL RACING TAG HEUER    +4.507s
3    Valtteri Bottas    MERCEDES    +8.800s
4    Carlos Sainz    TORO ROSSO    +22.822s
5    Sergio Perez    FORCE INDIA MERCEDES    +25.359s
6    Jolyon Palmer    RENAULT    +27.259s
7    Stoffel Vandoorne    MCLAREN HONDA    +30.388s
8    Lance Stroll    WILLIAMS MERCEDES    +41.696s
9    Romain Grosjean    HAAS FERRARI    +43.282s
10    Esteban Ocon    FORCE INDIA MERCEDES    +44.795s
11    Felipe Massa    WILLIAMS MERCEDES    +46.536s
12    Pascal Wehrlein    SAUBER FERRARI    +2 voltas
NC    Kevin Magnussen    HAAS FERRARI    NT
NC    Nico Hulkenberg    RENAULT    NT
NC    Marcus Ericsson    SAUBER FERRARI    NT
NC    Daniil Kvyat    TORO ROSSO    NT
NC    Fernando Alonso    MCLAREN HONDA    NT
NC    Sebastian Vettel    FERRARI    NT
NC    Max Verstappen    RED BULL RACING TAG HEUER    NT
NC    Kimi Räikkönen    FERRARI    NT

Não há muito a dizer, o Hamilton está a embalar para mais um título.
Vamos é ao que se tem passado fora dos GP.
-Mclaren com acordo de 3 anos com a Renault para o fornecimento de motores. Eventualmente em 2021 poderão com as novas regras, fabricar um motor próprio.
-Toro Rosso com os Honda. Ou os japunas fazem alguma coisa de jeito, ou teremos um ano complicado para os touros italianos.
-Sainz é emprestado à Renault por 1 ano.
-A Renault farta-se mesmo da Red Bull e avisa que o contrato actual que é válido até ao fim de 2018, não vai ser renovado. Em 2019 vamos ter um Red Bull Honda quase de certeza. Fala-se do interesse da Porsche em comprar a Red Bull, mas só para a época de 2021, quando entrarão em vigor novas regras de motores.
-Agora para terminar com estas confusões e trocas, falta só o Alonso decidir o que vai fazer em 2018. Fala-se que ele tentará saber o que o espera com os motores Renault e que se renovar por mais 1 ano, estará incluida uma incursão nas 24 horas de Le Mans.
-No final de 2018 é que o mercado de pilotos vai mesmo mexer. O único piloto das equipas de topo com contrato, é o Vettel (assinou por mais 3 anos com a Ferrari). Na Mercedes é o fim do contrato do Hamilton e também do Bottas, que entretanto já o renovou por mais um ano e na Red Bull, Ricciardo e Verstappen também termina contrato em 2018.
Vai ser bonito vai. :laugh:
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13928
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 - 2017
« Responder #124 em: 17 de Setembro de 2017, 22:38 pm »
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh:

Offline MaNeL

  • Initiale Paris
  • 1.6 DCi Bi-Turbo
  • *
  • Localidade: Viana do Castelo
  • Mensagens: 2584
  • Garagem : Clio E7F 94 - Clio mk3 dci 70cv - Laguna 2.0dci 07
Re: F1 - 2017
« Responder #125 em: 18 de Setembro de 2017, 21:54 pm »
Que novas regras para motores? Ou ainda nao ha nada sobre isso?

Offline profiesta

  • João Neves
  • Initiale Paris
  • 1.6 TCe
  • *
  • Localidade: Wolfsburg
  • Mensagens: 1646
  • Low profile
Re: F1 - 2017
« Responder #126 em: 18 de Setembro de 2017, 22:04 pm »
Ah e agora fala-se na Aston Martin também para 2021.

Outra coisa, Kubica, na Renault ou Williams?

Offline Rui

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Alverca
  • Utilizador: Rui_N
  • Mensagens: 13928
  • Garagem : Megane III Sport Tourer 1.5 dCi
Re: F1 - 2017
« Responder #127 em: 18 de Setembro de 2017, 22:51 pm »
Os "donos da F1" estão a estudar novas regras de motores a entrar em vigor em 2021. Não pensem que vamos voltar aos V8 ou V10, que isso é passado. Será na mesma blocos V6, com cilindrada a definir e não tão complexos como os actuais com todos os sistemas de recuperação de energia e baterias e o diabo a sete. O conseguir por a trabalhar em conjunto toda esta parafernália foi o grande problema da Honda.
Aston Martin duvido. O acordo deles com a Red Bull é semelhante ao que tiveram durante alguns anos com a Infiniti.
A Renault em 2018 é Hulkenberg e Sainz. O Kubica tem neste momento o Rosberg a colaborar na gestão da carreira e parece-me que estão a tentar a Williams.
A Sucata consome isto:  Spritmonitor.de" border="0 :laugh: