Autor T√≥pico: GPL, um artigo recente.  (Lida 11995 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 13338
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #45 em: 09 de Julho de 2017, 19:40 pm »
Sim mrc, vi uns estudos que falam na comparação entre o gasóleo , gasolina e diesel, nalguns favorece o gpl noutros o diesel mas continua a ser sempre a melhor opção.

http://www.apetro.pt/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=17&Itemid=131

Offline jotaag√°

  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: quinta do conde
  • Mensagens: 370
  • Captur dci110
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #46 em: 10 de Julho de 2017, 15:01 pm »
@ Tony da Buzina.

Boas, começo por me desculpar mas durante o fds não vim aqui ao fórum.

Vamos lá então começar a ver se aprendemos algo, tu, eu e todos os outros que aqui se dignem de nos ajudar.

Como disseste eu falei no intercooler e afirmas que n√£o consigo entender o inverso; ok!
Mas no intercooler temos uma situa√ß√£o em que um determinado volume de ‚Äúg√°s‚ÄĚ em gasoso √© arrefecido por forma a que nesse estado e num determinado espa√ßo f√≠sico se consiga l√° colocar um maior volume; j√° no deposito de GPL temos um g√°s no estado liquido que √© transformado em gasoso e o g√°s no estado liquido d√° um maior volume passando a gasoso, que ser√° um determinado volume em litros.

Portanto quando eu falo que 1 litro de gpl d√° os mesmos litros de gpl gasoso a 10 ou a 40 graus √© neste sentido; ou seja, pego em 1 litro de gpl liquido, coloco-o num deposito que ser√° sujeito a um ambiente a 10 graus de temperatura, gasefico-o e d√°-me ‚Äúx‚ÄĚ litros dele gasoso. Pego no mesmo 1 litro de gpl liquido e coloco-o num deposito que depois sujeito a um ambiente a 40 graus, gasefico-o e tem de me dar o mesmo n¬ļ. de litros, em gasoso, comparando com a situa√ß√£o a 10 graus.

Doutra forma! Tenho 2 depositos de 1 litro, encho os 2 de gpl liquido, ponho 1 a 10 graus e o outro a 40 graus (sem perdas, sem v√°lvulas, sem whatever); no bocal de cada um ponho 1 bal√£o, gasefico ambos; em ambos tenho de ter, acabando-se o g√°s em estado liquido, os mesmos litros de gpl em estado gasoso.

Um pouco √† semelhan√ßa do 1 kilo de algod√£o versus 1 kilo de chumbo; qual pesa mais? √Č o mesmo, 1 kilo √© 1 kilo e 1 litro liquido gaseficado d√° os mesmos litros gasoso, seja a que temperatura for; penso eu!

A situação da garrafa que enuncias, nesta situação, na situação que temos estado a trocar ideias não se aplica pois quando metemos gpl nos nossos carros ele está em estado liquido e o cerne da questão está aqui no gás liquido que colocamos e que temos uma autonomia com ele no inverno e temos outra diferente no tempo quente.

√Č precisamente pela situa√ß√£o inversa do intercooler (ter uma determinada press√£o "fechada" e ela aumentar, aumentado o volume num espa√ßo fechado) que considero poder existir uma valvula de descarga para "press√£o a mais/volume a mais para o espa√ßo ocupado e assim "ir g√°s fora".

Tendo andado a ver se encontrava mais alguma informação descobri entre outros estes sites;

O 1¬ļ tem a ver com o gpl em si que eu queria bastante mais t√©cnico, nomeadamente a quantidade de volume liquido versus a quantidade g√°s; n√£o est√° f√°cil; uma grande duvida minha √© a de que 1L=1dm3=1m3 mas agora como √© 1L de gpl √© 1 m3 Normal (Nm3) ou √© 1 L a 1013bar? E depois o resto, se 1L de gpl liquido e a 1013bar tem um peso de 0,5Kg e sei que 1L  de gpl gasoso tem um peso de 2,2Kg; isto ter√° influ√™ncia claro; fica o link da LINDE com um conversor de gases (usei o propano (C3H8)):
http://www.linde-gas.pt/pt/news_and_media/tool/gas_calculator/index.html

O 2¬ļ tem a ver com caracter√≠sticas que encontrei sobre a utiliza√ß√£o de diversos gases no gpl em que afirmam que o gpl enquanto combust√≠vel para carros √© um cocktail e explica a diferen√ßa de utiliza√ß√£o dele butano versus propano:
https://raposastuta.wordpress.com/2009/02/10/o-que-devemos-saber-sobre-gas/

O 3¬ļ tem a ver com algumas mais pessoas, j√° em 2010 (podemos utilizar o argumento de que as coisas entretanto modificaram-se devido √† evolu√ß√£o do sistemas e tal) darem conta de diferen√ßas de consumo entre o tempo quente e o tempo frio:
http://forum.autogas.pt/forum/viewtopic.php?f=16&t=10728

N√£o desconsidero, nem o posso desconsiderar pois n√£o tenho dados concretos naquilo que sugeres no teu antepen√ļltimo par√°grafo sobre misturas pobres.

Quanto à opinião que me pediste!

Sobre os invernos do Alentejo, conhe√ßo-os relativamente bem e dou-te inteira raz√£o sobre as suas caracter√≠sticas, secos e frios ‚Äúcomo o raio‚ÄĚ. As tuas viagens; a explica√ß√£o que encontro √© a de existir realmente um arrefecimento do dep√≥sito, ele concentrar em algo e assim modificar a indica√ß√£o de reserva/n√£o reserva do dep√≥sito (para mim isto at√© √© pacifico); a autonomia dele estando inicialmente na reserva e em seguida j√° n√£o estar e dar-te para a viagem, tamb√©m a aceito, (a minha mulher tem medo que se pela disso mas eu acho no caso do sandero que nunca passou dos 24/25 litros e o livro diz ter um deposito de perto de 34 litros, ainda tem 10 litros o mais mesmo e luz da reserva acesa) N√£o sabendo o consumo do teu carro a g√°s, sei-o no sandero e para esses 140 kms necessitaria de perto de 10 a 11 litros.

Agora e no cerne da quest√£o fulcral, mesmo tu, nas tuas ante e pen√ļltima frases indicas ter maior autonomia no inverno que no ver√£o com o gpl.

Eu pessoalmente ainda necessitarei de atravessar novembro, dezembro e janeiro para estabelecer uma relação mais concreta daquilo que afirmo mas estou convicto que corrobarei o que tenho eu e mais companheiros defendido sobre isto.

Mas… eu espero e agradeço a informação e o conhecimento que daqui, desta troca de ideias possa vir a desfrutar e acabamos todos por dizer algo a todos.

Cumprimentos

Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 13338
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #47 em: 10 de Julho de 2017, 17:46 pm »
jotaaga, est√°s te a esquecer do volume, ou seja, um litro de gpl liquido corresponde a x litros de gpl gasoso, s√≥ que a 10¬ļC ele ocupa um determinado volume, e a 40¬ļC ele ocupa um volume maior, porque est√° mais expandido, se medires a quantidade de g√°s num cent√≠metro c√ļbico a 10¬ļC o g√°s est√° mais denso que a 40¬ļC por isso a 40¬ļC, o g√°s ser√° menos denso e por consequ√™ncia, 1cm3 de g√°s a 40¬ļC  ter√° menor poder energ√©tico que um 1cm3 de g√°s a 10¬ļC .

√Č por essa raz√£o que com o calor a press√£o sobe, porque o g√°s que est√° expandido, com o calor aumenta de volume, como n√£o tem para onde ir, aumenta a press√£o.

Os injectores n√£o s√£o mais que torneiras el√©tricas que abrem e fecham durante um per√≠odo de tempo correspondendo √† acelera√ß√£o, a quantidade / tempo de abertura que passa √© igual de ver√£o ou de inverno, partindo  do principio que a acelera√ß√£o √© igual.
Imaginamos que o injector debita 1cm3, de inverno o gás é mais denso e por isso tem maior poder energético, que de verão, o que irá provocar uma perda de potencia e depois será necessário compensar em termos de acelerador essa perda de rendimento aumentando o consumo.
Como a evolução da temperatura ao longo do ano é gradual, não nos apercebemos da diferença.
Esta é a minha teoria em relação ao consumo superior de verão.

Eu tamb√©m j√° procureie n√£o consigo encontrar informa√ß√£o sobre as especifica√ß√Ķes da v√°lvula de seguran√ßa, para saber at√© que temperatura e press√£o o deposito tem que estar sujeito para a v√°lvula disparar.
Posso-te j√° adiantar que a temperatura que atinge o habit√°culo, nada tem a ver com a temperatura do deposito, pois j√° fiz o teste e fica abaixo da temperatura ambiente, hoje com 37¬ļC ao sol, a temperatura do deposito, se n√£o me falha a memoria, estava nos 34¬ļC, mas depois podem comprovar no v√≠deo.

Conforme diz no site da landirenzo os dep√≥sitos numa utiliza√ß√£o normal nunca atingem press√Ķes acima dos 20 bar, tendo em conta a teoria que de ver√£o perde g√°s, iria significar que a press√£o iria subir acima dos 27 bar que √© a press√£o da v√°lvula de seguran√ßa. Das duas uma, ou eles s√≥ testaram os dep√≥sitos durante o inverno, coisa que eu n√£o acredito, ou ent√£o a teoria do calor de ver√£o est√° muito longe de ser verdadeira.

O nível de gás mostrado no mostrador do carro corresponde ao gás no estado liquido, a pergunta que se coloca é se de verão com o carro parado, o nível de gás no estado liquido baixa ou não, enquanto o carro está parado?

Acredito que esta teoria possa ter surgido com base no que acontece com a gasolina que evapora dos dep√≥sitos com o calor, acontece √© que os dep√≥sitos de  gasolina n√£o s√£o herm√©ticos como o do g√°s, e o vapor da gasolina perde-se para o ambiente. Se fossem herm√©ticos,  o que iria acontecer, era a evapora√ß√£o durante o dia e quando a temperatura baixa-se ela iria condensar e n√£o seria perdida.
Usando o mesmo pensamento com o que acontece com a gasolina, juntando o aumento de consumo, a teoria mais fácil de se chegar é À perda de combustível para o ambiente conforme o que acontece com a gasolina devido ao facto da existência da válvula de segurança.
Para se poder afirmar que √© isso que acontece √© preciso saber se realmente existem condi√ß√Ķes para tal acontecer e at√© agora ningu√©m mostrou factos que provem isso.



Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 13338
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #48 em: 12 de Julho de 2017, 16:17 pm »
Continuando...

O ensaio que tinha dito que ia fazer.

! No longer available


Como se pode ver, as temperaturas do deposito n√£o s√£o nada por ai alem.

Visto n√£o haver informa√ß√£o at√© agora que indique qual a temperatura que leva o g√°s a expandir-se de tal forma que possa a sua perman√™ncia dentro do deposito, podemos considerar os 70¬ļC que √© a temperatura a que est√° regulada as v√°lvulas de seguran√ßa das botijas de g√°s domestico no Brasil. N√£o sei se em Portugal utiliza-se algum  sistema semelhante.

Tendo isso em conta, era preciso o carro estar bastante quente para tal acontecer  :laugh: por isso n√£o √© pelo dia de calor que o g√°s sai do deposito ;)

Vídeo explicativo sobre as válvulas das botijas de gás:

! No longer available


E imagem