Autor Tópico: GPL- Última hora  (Lida 84665 vezes)

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santarém city
  • Mensagens: 60
Re: GPL- Última hora
« Responder #15 em: 09 de Outubro de 2011, 02:57 am »
"O problema não é a segurança da botija, explosões, etc.. Como toda a gente sabe, as botijas são ultra seguras e quase resistentes a incêndios e fenómenos desse género.

As botijas são seguras, mas quem nos garante que não há um tubo de gás no carro que não possa sofrer uma fuga? O que não falta por aí são fugas em tubos de veículos automóveis!"


Há informações sobre tudo isso num forum especializado sobre GPL. Para ler não é preciso estar registado.

Criou-se a ideia hollywodesca de que os carros GPL rebentam, blá, blá...
Os depósitos são mais seguros que os de outros combustíveis mas a segurança não reside aí.
Os modernos kits de GPL tem um conjunto de válvulas que garantem quase absoluta segurança.
Há videos que mostram carros arder durante longos minutos e nenhum explode. O que acontece é que uma das válvulas de segurança proporciona a libertação controlada de GPL, concentrando-se a chama (e não explosão) apenas num local.
Basta perguntar a um bombeiro experiente se prefere um incêndio num carro a gasolina ou a GPL?
Depois, os tubos não sofrem fugas porque as mesmas válvulas interrompem em vários pontos a circulação do GPL.
Se tirar um tubo, o gás não está "aberto". Sai o mesmo gás que quando muda uma bilha de gás doméstico com o redutor fechado. Sai apenas o que estava na tubagem e que não chega para provocar qualquer risco.
Por mim, podem continuar com o falso mito que os carros a GPL não são seguros.
Os milhões de holandeses, italianos, franceses, alemães são certamente todos kamikase. Provavelmente, os espertos e a sociedade avançada é a portuguesa.
Quanto menos utilizadores houver, menos eles reparam no mercado e menos aumentam os preços. Por mim, pode manter-se assim!


Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.

Offline Lipe

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Agualva-Cacém
  • Mensagens: 13316
  • Let's do this!
  • Garagem : Skoda, Yamaha, Seat, Nissan, Volvo
Re: GPL- Última hora
« Responder #16 em: 09 de Outubro de 2011, 14:45 pm »

Basta perguntar a um bombeiro experiente se prefere um incêndio num carro a gasolina ou a GPL?


Confirmo :)

Mesmo nas formações que tive sempre se preferiu diesel e GPL.

Gasolina representa um risco muito maior.

Offline talabitola

  • 1.0 SCe
  • *
  • Mensagens: 102
Re: GPL- Última hora
« Responder #17 em: 09 de Outubro de 2011, 15:43 pm »
Nunca me referi a incêndios nos veículos, mas sim a acumulação do GPL junto ao solo. Os veículos/botijas são seguros, e acredito nisso como já disse anteriormente.

Expliquem-me o que acham que vai acontecer ao gás libertado por micro-fugas, ainda que seja só "como desligar e ligar uma botija". Acham que vai evaporar?

Ainda vos digo que o governo terá alguma na manga, como sempre tem. O tempo o dirá!
Megane 2 1.5dci 80cv 2003

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santarém city
  • Mensagens: 60
Re: GPL- Última hora
« Responder #18 em: 09 de Outubro de 2011, 16:57 pm »
Os valores acumulados junto ao solo são residuais. Tal como acontece com micro fugas de gasolina e de óleo. Se lhe chegarem fogo qualquer um  desses produtos é combustível.
Como disse, se por azar tirares uma mangueira de GPL (o que não é fácil) não faz mais do que a mudança duma velha bilha de gás. Apenas sai o gás das tubagens uma vez que o circuito está fechado.
Evidentemente que azares podem acontecer. Mas tanto faz a gasolina, a GPL ou a diesel. Um curto circuito e o carro começa a arder.
Racionalmente alguém acha que países como a Holanda, França, Alemanha, Itália não cumpririam normas de segurança?
Repito. A  discriminação a que o GPL tem sido votado tem apenas a ver com uma coisa: lobby's!
Quantas marcas produzem viaturas de fábrica a GPL? Quanto embolsa o governo em IVA e ISP? etc...etc...
Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.

Offline talabitola

  • 1.0 SCe
  • *
  • Mensagens: 102
Re: GPL- Última hora
« Responder #19 em: 09 de Outubro de 2011, 17:24 pm »
Se houver uma figa de gasolina, ela evapora, o Diesel não é inflamável portanto nem sequer entra no baralho. O GPL acumula-se no solo.

Se houver uma fuga, o GPL fica concentrado junto ao solo, o que fazer numa situação destas? É que nem sequer é detectável por um humano.

Um carro não largará certamente muito gás, a não ser que haja algum problema, mas com a quantidade de carros a GPL de certeza que começará a haver concentração anormal.

Será que os parques permitidos ao GPL nesses países não estarão sob regras de extração? É muito provável.

Acho que o senhor tem a sensação que eu sou anti-GPL, pelo contrário, sou a favor do que seja barato e eficiente. O que defendo aqui é diferente. Não me entenda mal.
Megane 2 1.5dci 80cv 2003

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santarém city
  • Mensagens: 60
Re: GPL- Última hora
« Responder #20 em: 09 de Outubro de 2011, 18:24 pm »
Não faço juízos de intenção e respeito todas as opiniões. O que penso é que anos e anos houve uma completa desinformação do que era o GPL.
Explosões de bilhas de gás em apartamentos e coisas dessas diabolizaram o gás.
Mesmo as botijas de gás doméstico, com tubagens podres, sem válvulas de segurança, quantas explosões ocorreram face ao número de utilizadores? Risco existe e existirá sempre, com o GPL, com gasolina ou com gasóleo.
Ainda há dias num stand do Porto ardeu uma dezena de viaturas e nenhuma era a GPL....
Qualquer combustível arde se houver uma fonte de incineração. O gasóleo não arde com a facilidade que arde a gasolina ou o GPL. Mas se houver por exemplo um curto-circuito num auto, o diesel potenciará a combustão.
Há uns anos  acendia a minha salamandra com um trapo embebido em gasóleo. Garanto-lhe que ardia e bem ;)
Ainda outra questão...
Hoje em dia, 80 ou 90% dos carros que circulam e são equipados a GPL fazem-no com sistemas de injecção multiponto.
Por onde se dá a fuga?
Eventualmente (e como no estrangeiro) admito que com os "velhos" equipados com carburador e sem válvulas de segurança possam sofrer limitações. Nesses casos tem razão, e penso que mesmo no estrangeiro não permitem o estacionamento em locais fechados.Agora com sistemas modernos, há uma segurança enorme e certos receios não terão razão de existir. Tenho mais de 300 mil Kms em diversos carros a GPL e nunca senti a mínima ponta de insegurança.
Cumprimentos

Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.

Offline Gonçalo

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Castelo Branco
  • Utilizador: Coolwater
  • Mensagens: 13415
  • Jean Pierre, tu vás tomber!
  • Garagem : Aixam Vision
Re: GPL- Última hora
« Responder #21 em: 10 de Outubro de 2011, 00:02 am »
Neste momento tambem já tenho uns quantos km's a GPL e confirmo que receio não tenho nenhum. O "sistema" é o mesmo, contudo o carro em vez de consumir gasolina, consome gás liquido, nada mais que isso. Esses receios de fugas, pode acontecer em qualquer carro... Aliás andar na rua tem os seus riscos :) tudo o que tenha criação humana tem os seus riscos, apenas podem ser prevenidos (no caso dos carros) pelos IPO's, ver o estado geral dos carros e assim garantir a segurança do publico em geral :) acho que a falha está é aqui :)
Veremos o que será feito nos parques para permitir o acesso aos carros a GPL :)
Vais partir, naquela estrada, onde um dia chegaste a sorrir...

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santarém city
  • Mensagens: 60
Re: GPL- Última hora
« Responder #22 em: 10 de Outubro de 2011, 00:55 am »
Penso que esse filme pode ajudar a dissipar alguns receios e mitos sobre o GPL.

Auto Crash Test - Autogas Crash und Brand


Há outro, que não encontrei, que mostra perfeitamente as válvulas de segurança a libertar gás de uma forma controlada (depois do carro estar a arder uns bons minutos).
Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santarém city
  • Mensagens: 60
Re: GPL- Última hora
« Responder #23 em: 10 de Outubro de 2011, 01:04 am »
Já agora, mais este: :w00t: :w00t: :w00t:

CRASH LPG TANK
Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.

Offline carlosjcm

  • 3.8 V6 TwinTurbo
  • *
  • Localidade: viseu
  • Mensagens: 9002
  • Garagem : Clio II 1.2 / Clio III 1.2 / GT Line 1.5dci
Re: GPL- Última hora
« Responder #24 em: 10 de Outubro de 2011, 09:10 am »
Dissipa completamente os receios.

Offline HugoT

  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: Maia
  • Mensagens: 422
  • Megane 1.6 16V
  • Garagem : Sim
Re: GPL- Última hora
« Responder #25 em: 17 de Outubro de 2011, 13:29 pm »
Se houver uma figa de gasolina, ela evapora, o Diesel não é inflamável portanto nem sequer entra no baralho. O GPL acumula-se no solo.

Se houver uma fuga, o GPL fica concentrado junto ao solo, o que fazer numa situação destas? É que nem sequer é detectável por um humano.

Um carro não largará certamente muito gás, a não ser que haja algum problema, mas com a quantidade de carros a GPL de certeza que começará a haver concentração anormal.

Será que os parques permitidos ao GPL nesses países não estarão sob regras de extração? É muito provável.

Acho que o senhor tem a sensação que eu sou anti-GPL, pelo contrário, sou a favor do que seja barato e eficiente. O que defendo aqui é diferente. Não me entenda mal.


Caro Talabitola,

Gostava que reflectisse sobre uma questão.

Os depósitos da gasolina, são autenticas folhas de chapa, que no caso de uma colisão de um parque subterrâneo.... está-se mesmo a ver o resultado!!!!!
Não seria correcto, por este motivo proibir os veículos movidos a gasolina de entrar em parques subterrâneos?

alem disso que garantias temos de que o sistema de combustível (tubos e afins) da gasolina, não têm qualquer tipo de fuga?

volto a perguntar:
Não seria correcto, por este motivo proibir os veiculos movidos a combustivel de entrar em parques subterrâneos?

Enfim... penso que as duvidas funcionam nos dois sentidos!!!!

PS: apenas mais uma observação, não esquecer que os depósitos (ultra seguros) da gasolina, estão colocados debaixo do assento de trás, e não é por isso que não colocamos lá as cadeiras de bébés e afins....

DB Megas 2 1.6L   (Média a gasolina 7 l/100,a GPL 8L/100)
http://www.renaultpt.com/index.php?topic=6697.0

Offline talabitola

  • 1.0 SCe
  • *
  • Mensagens: 102
Re: GPL- Última hora
« Responder #26 em: 18 de Outubro de 2011, 14:42 pm »
Se houver uma figa de gasolina, ela evapora, o Diesel não é inflamável portanto nem sequer entra no baralho. O GPL acumula-se no solo.

Se houver uma fuga, o GPL fica concentrado junto ao solo, o que fazer numa situação destas? É que nem sequer é detectável por um humano.

Um carro não largará certamente muito gás, a não ser que haja algum problema, mas com a quantidade de carros a GPL de certeza que começará a haver concentração anormal.

Será que os parques permitidos ao GPL nesses países não estarão sob regras de extração? É muito provável.

Acho que o senhor tem a sensação que eu sou anti-GPL, pelo contrário, sou a favor do que seja barato e eficiente. O que defendo aqui é diferente. Não me entenda mal.


Caro Talabitola,

Gostava que reflectisse sobre uma questão.

Os depósitos da gasolina, são autenticas folhas de chapa, que no caso de uma colisão de um parque subterrâneo.... está-se mesmo a ver o resultado!!!!!
Não seria correcto, por este motivo proibir os veículos movidos a gasolina de entrar em parques subterrâneos?

alem disso que garantias temos de que o sistema de combustível (tubos e afins) da gasolina, não têm qualquer tipo de fuga?

volto a perguntar:
Não seria correcto, por este motivo proibir os veiculos movidos a combustivel de entrar em parques subterrâneos?

Enfim... penso que as duvidas funcionam nos dois sentidos!!!!

PS: apenas mais uma observação, não esquecer que os depósitos (ultra seguros) da gasolina, estão colocados debaixo do assento de trás, e não é por isso que não colocamos lá as cadeiras de bébés e afins....

Boas Hugo,

A questão não se prende com a colisão, pois está mais que provado que uma botija GPL é mais segura que um depósito de combustível. Não tenho qualquer dúvida nesse aspecto. Mas acidentes acontecem com qualquer um, ninguém está livre.

A minha questão em relação às fugas de combustível é muito simples:
 - Gasolina: É volátil e evapora;
 - Diesel: Agarra-se ao chão como gente grande, mas pode ser lavado;
 - GPL: Não se vê, não evapora devido à densidade ser superior à do ar e vai-se depositar junto ao solo, não é "lavável".

Imaginemos que há uma fuga no piso -4 do parque subterrâneo do Largo Camões em Lisboa, para quem conhece é um parque algo claustrofóbico. Como remover o combustível GPL?

É num caso como este que deve existir ventilação/extracção junto ao solo, que a meu ver deverá ser obrigatória, caso o proprietário do parque o queira "abrir" ao GPL.

Volto a dizer que não me importava de ter um GPL, ao preço que andam os combustíveis.
Megane 2 1.5dci 80cv 2003

Offline HugoT

  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: Maia
  • Mensagens: 422
  • Megane 1.6 16V
  • Garagem : Sim
Re: GPL- Última hora
« Responder #27 em: 18 de Outubro de 2011, 14:46 pm »
Sim eu entendi o teu ponto de vista!!!!

Mas como tu próprio disses-te acidentes acontecem a qualquer um... não podemos ignorar esse ponto.
O depósito da gasolina é menos seguro e porque acidentes acontecem, porque não se proíbe o estacionamento de viaturas a gasolina em parques subterrâneos??....
Não podemos esquecer que acidentes acontecem ;)
DB Megas 2 1.6L   (Média a gasolina 7 l/100,a GPL 8L/100)
http://www.renaultpt.com/index.php?topic=6697.0

Offline MLVtecpt

  • 0.9 TCe
  • *
  • Localidade: Algueirão
  • Mensagens: 251
Re: GPL- Última hora
« Responder #28 em: 19 de Outubro de 2011, 08:43 am »
Se houver uma figa de gasolina, ela evapora, o Diesel não é inflamável portanto nem sequer entra no baralho. O GPL acumula-se no solo.

Se houver uma fuga, o GPL fica concentrado junto ao solo, o que fazer numa situação destas? É que nem sequer é detectável por um humano.

Um carro não largará certamente muito gás, a não ser que haja algum problema, mas com a quantidade de carros a GPL de certeza que começará a haver concentração anormal.

Será que os parques permitidos ao GPL nesses países não estarão sob regras de extração? É muito provável.

Acho que o senhor tem a sensação que eu sou anti-GPL, pelo contrário, sou a favor do que seja barato e eficiente. O que defendo aqui é diferente. Não me entenda mal.


Caro Talabitola,

Gostava que reflectisse sobre uma questão.

Os depósitos da gasolina, são autenticas folhas de chapa, que no caso de uma colisão de um parque subterrâneo.... está-se mesmo a ver o resultado!!!!!
Não seria correcto, por este motivo proibir os veículos movidos a gasolina de entrar em parques subterrâneos?

alem disso que garantias temos de que o sistema de combustível (tubos e afins) da gasolina, não têm qualquer tipo de fuga?

volto a perguntar:
Não seria correcto, por este motivo proibir os veiculos movidos a combustivel de entrar em parques subterrâneos?

Enfim... penso que as duvidas funcionam nos dois sentidos!!!!

PS: apenas mais uma observação, não esquecer que os depósitos (ultra seguros) da gasolina, estão colocados debaixo do assento de trás, e não é por isso que não colocamos lá as cadeiras de bébés e afins....

Boas Hugo,

A questão não se prende com a colisão, pois está mais que provado que uma botija GPL é mais segura que um depósito de combustível. Não tenho qualquer dúvida nesse aspecto. Mas acidentes acontecem com qualquer um, ninguém está livre.

A minha questão em relação às fugas de combustível é muito simples:
 - Gasolina: É volátil e evapora;
 - Diesel: Agarra-se ao chão como gente grande, mas pode ser lavado;
 - GPL: Não se vê, não evapora devido à densidade ser superior à do ar e vai-se depositar junto ao solo, não é "lavável".

Imaginemos que há uma fuga no piso -4 do parque subterrâneo do Largo Camões em Lisboa, para quem conhece é um parque algo claustrofóbico. Como remover o combustível GPL?

É num caso como este que deve existir ventilação/extracção junto ao solo, que a meu ver deverá ser obrigatória, caso o proprietário do parque o queira "abrir" ao GPL.

Volto a dizer que não me importava de ter um GPL, ao preço que andam os combustíveis.

Se estacionares no Piso -4 de um qualquer parque em Itália, Espanha, França, Belgica, Alemanha, não é proibido... como é que eles lá resolvem?!? Serão mais burros que nós?!?

Ando seriamente a pensar num clio TCe para gaseificar...

Offline talabitola

  • 1.0 SCe
  • *
  • Mensagens: 102
Re: GPL- Última hora
« Responder #29 em: 19 de Outubro de 2011, 14:48 pm »
MLVtecpt, não conheço a legislação deles, mas será que não têm por norma este tipo de ventilação para os parques abertos ao GPL?
Megane 2 1.5dci 80cv 2003