Autor T√≥pico: GPL, um artigo recente.  (Lida 14616 vezes)

Offline pauloans

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 44
GPL, um artigo recente.
« em: 04 de Fevereiro de 2011, 21:43 pm »
(um obrigado ao JuizDidi de http://www.dragteam.info pelo texto sem ser em PDF)
[size=150]GPL - A sigla certa para poupar nos combustíveis[/size]
 
Abastecer o automóvel está cada vez mais caro. Os preços do gasóleo e da gasolina não param de subir. Estão, mesmo, em máximos históricos. Valores recorde que se tornam incomportáveis e que incentivam a procura por alternativas. Uma delas é o GPL. Pode permitir uma poupança de mais de 700 euros ao final de um ano.
 

Alguma vez pensou ter um carro a GPL? N√£o. Porqu√™? N√£o √© seguro. Estraga o motor e, ainda por cima, gasta mais. Estes s√£o alguns dos mitos sobre este combust√≠vel alternativo. Mitos. Porque, na realidade, um ve√≠culo a GPL n√£o tem mais, nem menos, problemas do que um a gasolina ou a gas√≥leo. √Č verdade que gasta mais, mas tamb√©m o pre√ßo por litro √© substancialmente mais baixo.
Numa altura em que os consumidores enfrentam subidas acentuadas nos preços dos combustíveis, e em que tanto a gasolina como o gasóleo estão em máximos históricos, o GPL pode ser uma boa solução. Pode permitir contornar os recordes e, assim, gerar uma poupança significativa de cada vez que tem de ir ao posto de abastecimento para atestar o veículo.
O litro de GPL n√£o est√° imune √†s subidas de pre√ßos. No √ļltimo ano, o valor por litro subiu 18%. Ainda assim, est√° nos 0,745 euros, de acordo com os dados semanais da Direc√ß√£o Geral de Energia e Geologia. Ou seja, um litro de GPL custa sensivelmente metade do que um de gasolina de 95 octanas. Uma diferen√ßa substancial que pode traduzir-se numa poupan√ßa de 770 euros ao ano, de acordo com c√°lculos do Neg√≥cios.
Esta poupan√ßa tem em conta que ser√£o percorridos 20 mil quil√≥metros num ano e que um ve√≠culo a GPL gasta um pouco mais. "√Č normal √© que haja um aumento no consumo na ordem dos 20%. Ou seja, um carro que gaste cerca de oito litros de gasolina a cada 100 quil√≥mteros, passar√° a consumir 9,5 a 10 litros, em n√ļmeros redondos, de GPL", explicou Miguel Rodrigues, presidente da Associa√ß√£o Nacional de Instaladores e Consumidores de GPL (ANIC).
Mesmo com o consumo adicional, um ve√≠culo a GPL revela-se mais econ√≥mico face a outro a gasolina. Comparativamente a um carro a gas√≥leo, tamb√©m h√° uma poupan√ßa mas √© menor, na ordem dos 25 euros por ano, isto porque estes √ļltimos apresentam consumos substancialmente mais baixos. No "confronto" entre estes dois combust√≠veis, o custo de instala√ß√£o do sistema de GPL n√£o compensa.
No caso da gasolina, a situação é bem diferente. "O preço de instalação de um sistema de GPL não varia muito. Depende das características dos motores, mas o preço ronda, normalmente, os 1.500 euros", disse Miguel Rodrigues ao Negócios. Um valor que rapidamente é amortizado. Assumindo que o utilizador percorre 20 mil quilómetros por ano, consegue-se anular o custo inicial ao final de dois anos.
√Č esta poupan√ßa que est√° a atrair os portugueses. "Actualmente, a estimativa √© de que existam cerca de 60 mil carros a GPL", referiu o presidente da ANIC. Seriam mais se houvesse "alguma da motiva√ß√£o adicional na aquisi√ß√£o de ve√≠culos novos a GPL" como h√° na Inglaterra, onde existe uma redu√ß√£o dos custos de circula√ß√£o, nomeadamente no centro de Londres". Em It√°lia ou Fran√ßa, h√° "benef√≠cios fiscais obtidos que muitas das vezes equivalem ao valor da convers√£o e at√© o ultrapassam".
Mesmo n√£o existindo incentivos √† convers√£o de ve√≠culos para GPL, estes dever√£o aumentar. "√Č normal que as pessoas procurem combust√≠veis alternativos quando os pre√ßos da gasolina e do gas√≥leo disparam", disse o mesmo respons√°vel. "A conjuntura econ√≥mica actual favorece a procura pelo GPL".
Mas s√£o muitos os que resistem √† mudan√ßa. A explica√ß√£o est√° numa s√©rie de receios em torno deste combust√≠vel. O principal √© o de que os carros a GPL podem explodir. Poder podem, mas tamb√©m todos os outros. "Actualmente, √© imposs√≠vel que haja falhas de seguran√ßa nestes sistemas", garantiu Miguel Rodrigues. "√Č uma quest√£o que n√£o se coloca".
Outro ponto que afasta os portugueses do GPL √© o facto de estes carros n√£o poderem ser estacionados em parques subterr√Ęneos. Algo que poder√° mudar em breve j√° que a ANIC avan√ßou com um pedido de altera√ß√£o √† legisla√ß√£o para os carros movidos a GPL: "solicitamos que passem a haver inspec√ß√Ķes peri√≥dicas, tal como as que existem para os restantes ve√≠culos, em que sejam avaliadas tamb√©m as condi√ß√Ķes do sistema de GPL", explica Miguel Rodrigues.

[size=100]Instalação de GPL amortizada ao fim de dois anos[/size]
H√° marcas que vendem carros novos a GPL. Mas s√£o poucas. Da√≠ que a maioria opte pela convers√£o dos ve√≠culos, atrav√©s da instala√ß√£o de sistemas de GPL. Quanto custam? O pre√ßo varia, mas muito pouco. Ronda os 1.500 euros. √Č um investimento algo elevado, mas que rapidamente poder√° ser compensado. Tendo em conta os actuais pre√ßos do litro de GPL e da gasolina de 95 octanas, e assumindo que o utilizador percorre 20 mil quil√≥metros por ano, o custo inicial ter√° sido amortizado ao final de dois anos. A partir da√≠, e assumindo os pre√ßos actuais, √© s√≥ poupar. Por ano, a diferen√ßa de gasto em combust√≠vel atinge os 770 euros. Face aos ve√≠culos a gas√≥leo, a vantagem √© menor, porque os consumos destes √ļltimos s√£o mais baixos. Mas, aten√ß√£o: os ve√≠culos a gas√≥leo s√£o invariavelmente mais caros.
 
GPL
[size=100]Consumo médio[/size]
[size=100]7,8l/100km[/size]
[size=100]Litros num ano[/size]
[size=100]1.560 euros[/size]
[size=100]Custo anual[/size]
[size=100]1.162 euros[/size]
[size=100]Gasóleo [/size]
 
[size=100]Consumo médio[/size]
[size=100]4,6l/100km[/size]
[size=100]Litros num ano[/size]
[size=100]920 euros[/size]
[size=100]Custo anual[/size]
[size=100]1.190 euros[/size]
[size=100]Gasolina [/size]
[size=100]Consumo médio[/size]
[size=100]6,5l/100km[/size]
[size=100]Litros num ano[/size]
[size=100]1.300 euros[/size]
[size=100]Custo anual[/size]
[size=100]1.932 euros[/size]
[size=100]Nota: Os valores apresentados como custo anual com combust√≠vel t√™m por base uma m√©dia de 20 mil quil√≥metros por ano, e os pre√ßos m√©dios referentes √† √ļltima semana, apresentados pela DGEG. O consumo m√©dio estimado para o ve√≠culo a GPL assume um aumento de 20% face ao da gasolina.[/size]
[size=100]Para as médias combinadas, tiveram por base os consumos anunciados para o Renault Mégane III a gasolina (1.4 TCs de 130CV) e a gasóleo (1.5 dci 110CV). A selecção do modelo teve por base o facto de ter sido um dos carros mais vendidos em 2010.[/size]
 
 [size=150]Carros novos a GPL - Burocracia dita pouca oferta[/size]
 
São poucas as marcas que incluem na sua gama comercial veículos já equipados com sistemas de GPL. Em Portugal, só há três fabricantes que o fazem, o que é explicado, em parte, pela dificuldade na obtenção de homologação destes veículos quando a sua conversão é realizada em Portugal, antes da matrícula.
A grande maioria dos carros a GPL que circula em Portugal nem sempre teve este combustível como principal fonte de energia. Tendencialmente, são carros que foram comprados e, posteriormente, convertidos, muitas vezes à revelia da marca e com perda de garantia, caso ainda existisse. Mas já há fabricantes que vendem carros novos a GPL.
Nos √ļltimos anos, algumas marcas passaram a incluir na sua oferta comercial carros a GPL. N√£o s√£o, no entanto, muitas. "S√≥ tr√™s marcas arriscaram comercializar ve√≠culos a GPL. Foram a Mitsubishi e a Subaru e actualmente a Chevrolet", disse Miguel Rodrigues, Presidente da Associa√ß√£o Nacional de Instaladores e Consumidores de GPL (ANIC), em declara√ß√Ķes ao Neg√≥cios.
A Chevrolet comercializa o modelo Aveo, em todas as suas configura√ß√Ķes, e dever√° introduzir em breve mais um modelo, o Spark, na gama de ve√≠culos a GPL, a qual recebe a designa√ß√£o de "Bi-FUEL" (uma vez que permite a utiliza√ß√£o tanto de GPL como de gasolina, de forma alternada). O "marketing" destes ve√≠culos √© f√°cil: "desconto de 50% sempre que abastecer", diz a Chevrolet, numa clara refer√™ncia ao facto do litro de GPL custar, actualmente, cerca de metade do pre√ßo por litro de gasolina.
Nuno Heleno, director de comunicação da Chevrolet Portugal, afirma que tem "havido procura. A adesão tem sido boa. Neste momento, a oferta de GPL representa cerca de 40% das vendas do Aveo". Um bom resultado que permite à marca manter a confiança neste combustível alternativo à gasolina.
As fabricantes "sentem grandes dificuldades" em ter uma oferta comercial de veículos a GPL, "isto porque o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT) dificulta a homologação do sistema de GPL antes do veículo ser matriculado", explicou Miguel Rodrigues.
O especialista afirma que "se as marcas converterem os carros em Portugal, não os conseguem legalizar, mas se os mandarem vir de fora já com o sistema de GPL instalado com o mesmo equipamento e processo de instalação que é praticado cá, o IMTT aceita administrativamente a alteração sem qualquer validação adicional". No caso da Chevrolet, os carros "são importados de Itália já com o sistema de GPL", diz Nuno Heleno.
Mesmo com todos os entraves, as marcas mantêm a aposta. Fazem-se valer do facto de este ser um combustível substancialmente mais barato do que os tradicionais, com o "bónus" de oferecerem a quem compra um carro a GPL novo, ter garantia da própria marca.
"Quando alguém procede à conversão de uma viatura própria, já em circulação, mas ainda em período de garantia do fabricante, é prática comum as marcas resolverem a garantia de fabrico invocando intervenção não autorizada", explicou Miguel Rodrigues.
Da√≠ que seja "pr√°tica comum proceder √† convers√£o ap√≥s o per√≠odo de garantia do fabricante do autom√≥vel, ou ainda em garantia, mas abdicando da oficina da marca e passando a utilizar os servi√ßos da rede de instaladores credenciados e associados da ANIC-GPL que proporcionam igualmente servi√ßos de mec√Ęnica geral de qualidade certificada".

 
[size=100][/size]
[size=100]Motores "diesel" a GPL?[/size]
J√° h√° "kits", mas s√£o caros e o sistema n√£o funciona de forma t√£o eficiente como nos motores a gasolina.
Os "kits" GPL já existem há vários anos., mas para motores a gasolina. Mais recentemente, surgiram no mercado sistemas de GPL para veículos a gasóleo, mas ao contrário do que acontece nos primeiros, para estes motores a conversão não é tão rentável.
"Neste momento já é possível converter carros a gasóleo para GPL, mas não é tão eficaz", explicou Miguel Rodrigues, Presidente da Associação Nacional de Instaladores e Consumidores de GPL (ANIC), ao Negócios.
Porquê? "A instalação é mais cara e o motor continua a consumir gasóleo". Só "cerca de 30% são substituídos por GPL", acrescentou o responsável, lembrando que a conversão só deve ser feita em casos em que a utilização seja intensiva.
"Esta adapta√ß√£o ainda √© feita essencialmente aos pesados pelos factores de maior consumo por quil√≥metro e n√ļmero de quil√≥metros percorridos por ano", diz Miguel Rodrigues. "Um pesado com consumo t√≠pico de 40 litros de gas√≥leo a cada 100 quil√≥metros e cerca de 100.000 quil√≥metros por ano consegue recuperar o investimento de cerca de 5.000 euros em menos de um ano", conclui.

[size=100]Cinco mitos sobre os carros a GPL[/size]
Há uma série de mitos que afastam os condutores dos veículos que utilizam GPL. O principal é o de que podem explodir, em caso de colisão. Mas há outros, como o de que o GPL estraga o motor, reduz-lhe a potência e aumenta exponencialmente o consumo de combustível. Gasta mais, é um facto. Mas não muito mais, e o combustível é mais barato.
1. [size=100]Reservatórios de GPL explodem[/size]
Muitos condutores mantêm reservas sobre o GPL. E um dos principais argumentos é o receio de que o reservatório expluda numa situação de embate. Mas, actualmente, essa é uma questão que não se coloca. Os sistemas de GPL são instalados por entidades credenciadas e depois são validados numa Inspecção Extraordinária em centros de inspecção automóvel de categoria B. Desde 2006 que as falhas de segurança nestes sistemas são estatisticamente desprezáveis desde que sejam cumpridas as boas práticas de instalação.
 
2.[size=100] Estraga o motor dos carros[/size]
Desde que o funcionamento do motor a gasolina esteja perfeito n√£o s√£o expect√°veis problemas ap√≥s a instala√ß√£o de um "kit" GPL. Poder√£o existir casos de motores mais exigentes onde, a necessidade de um substituto dos aditivos utilizados na gasolina, √© impreter√≠vel, pois o aumento da temperatura dos gases de escape √© quase inevit√°vel. Nestes casos espec√≠ficos o instalador est√° tecnicamente documentado para poder identificar as solu√ß√Ķes mais adequadas.
 
3. [size=100]GPL tira potência[/size]
O mito da perda de potência é uma consequência histórica. Os sistemas de GPL mais antigos instalados em motores de carburador eram ineficientes, havendo uma perda de potência nos veículos que poderia chegar a 10%. Mas, actualmente, com os sistemas de gestão electrónica isso já não acontece. Inclusive, existem casos de motores turbo em que a afinação adequada permite um aumento de potência aproveitando a maior octanagem do GPL.
 
4. [size=100]Consumos disparam[/size]
O aumento exponencial nos consumos, ap√≥s a convers√£o para GPL, √© um mito. De facto, um carro a GPL gasta mais, mas n√£o muito mais. O aumento registado resulta das caracter√≠sticas do pr√≥prio combust√≠vel. √Č normal haver um aumento no consumo na ordem dos 20% em n√ļmero de litros. Mas tamb√©m √© preciso ter em conta que o custo deste combust√≠vel √© muito mais baixo e acaba por compensar em termos econ√≥micos com uma redu√ß√£o de cerca de 40%.
 
5. [size=100]Carros ficam sem bagageira[/size]
Um dos mitos sobre o GPL é que a instalação dos reservatórios acabam por tirar espaço à bagageira. Antigamente os reservatórios em cilíndricos, retirando de facto espaço para arrumação na mala, mas os novos "kits" acabam com esse problema. Os reservatórios em forma de "donut" são montados no local onde está o pneu suplente, pelo que a bagageira não sofre qualquer perda. Para solucionar o facto de ficar sem suplente, o condutor deve adoptar um "kit" de reparação de furos.
 
in JNeg
Paulo Ans - Laguna gazzzzz

MRC

  • Visitante
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #1 em: 04 de Fevereiro de 2011, 22:01 pm »
Logo nas primeiras ora√ß√Ķes h√° omiss√£o de um facto: Todos os refinados de petr√≥leo est√£o mais caros, e n√£o apenas a gasolina e o gas√≥leo. Ali√°s, o GPL tem aumentado relativamente mais, j√° situando-se na casa dos 80 cent./litro (contra os 50/60cent de h√° uns meses).

Depois há aí mitos bem desfeitos outros que não me convencem. Mas se tivesse que fazer muitos kms por ano e não quisesse abdicar do belo do Otto e não quisesse um carro para guardar, seria sim uma opção a ter em conta.

Btw, bom artigo!

Offline Gonçalo

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Castelo Branco
  • Utilizador: Coolwater
  • Mensagens: 13415
  • Jean Pierre, tu v√°s tomber!
  • Garagem : Aixam Vision
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #2 em: 04 de Fevereiro de 2011, 23:29 pm »
Obrigado pela partilha, visto ser algo que irei fazer em breve  :smiley:
Vais partir, naquela estrada, onde um dia chegaste a sorrir...

Offline pauloans

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens: 44
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #3 em: 06 de Fevereiro de 2011, 14:54 pm »
Sim, o GPL em Pt está mais caro porque as gasolineiras esforçam-se por o manter a cerca de 50% da gasolina.
Nos mercados internacionais o GPL está a descer e cá, se os preços estivessem normais, deveria estar entre 20 a 25 cts mais barato por litro.
Só lembrar, que o GPL não é derivado exclusivamente de petroleo, aliás, 50% (em média) é obtido da extracção de gás natural
Infelizmente, grande parte do gás, independentemente do seu grau de pureza, é destruído nas torres de extracção, devido ao baixo preço, as plataformas destroem-no imediatamente, queimando-o (ainda assim menos agressivo para o meio ambiente que larga-lo para atmosfera... go figure) no local.
Para terem uma ideia, à pouco tempo atrás, apenas 2% do gás extraído em Angola era aproveitado...
Obviamente que o aproveitamento deste, faria descer os lucros das companhias...
Paulo Ans - Laguna gazzzzz

Offline mferreira

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santar√©m e Coruche.
  • Mensagens: 93
  • 1.7 TSE a GPL
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #4 em: 07 de Fevereiro de 2011, 09:06 am »
Assim que adquiri o meu R21, foi logo transformado em "bomba rel√≥gio"  :evil: (outro mito pois perigoso s√£o as botijas de casa que n√£o t√™m sistemas de seguran√ßa).

Resultado: Muito satisfeito!!  :dance: :dance:
S√≥ √© pena n√£o ser o 21Turbo  :w00t: , isso √© que √©ra!

MF

Offline Twilight

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens: 70
    • P√°gina Pessoal
  • Garagem : Renault Laguna III 2.0 DCI 08'
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #5 em: 07 de Fevereiro de 2011, 14:27 pm »
O Meu Clio I de 91 foi presentiado com um kit GPL pouco passava dos 100000 kms andou nas minhas mãos até aos 250000kms e depois de o vender já me chegou aos ouvidos que quem o tem esta super-satisfeito com o GPL e não quer outra coisa.
89' Renault 5 GTL - 91' Renault Clio RT - 97' Mercedes E220D - 91' Rover 214 GSi - 03' Renault Megane II - 08' Renault Laguna III

Offline Gonçalo

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Castelo Branco
  • Utilizador: Coolwater
  • Mensagens: 13415
  • Jean Pierre, tu v√°s tomber!
  • Garagem : Aixam Vision
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #6 em: 21 de Junho de 2011, 20:51 pm »
Bem tenho de dar aqui o meu feedback que ainda nao tinha dado... At√© agora tudo impec√°vel ap√≥s instala√ß√£o do kit, ate agora (ap√≥s 3mil km's feitos) continua tudo impec√°vel, sem duvida que recomendo e muito! Consigo encher o deposito com pouco mais de 40‚ā¨ enquanto que se fosse a gasolina, 70‚ā¨ nao me chegam...
Eu tenho mais que a recomendar a instala√ß√£o do kit GPL, certamente que me vai rentabilizar e muito o investimento  :happy:
Vais partir, naquela estrada, onde um dia chegaste a sorrir...

Offline RICOANA

  • 21 Turbo Mai Nada.....
  • 1.5 DCi
  • *
  • Localidade: CASTELO BRANCO
  • Mensagens: 482
  • Garagem : 3-21 Turbo; R5 TL ;Supercinco TD comercial; Twingo
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #7 em: 08 de Agosto de 2011, 20:49 pm »
Eu sou um fan incondicionado do GPL, tinha 3 carros a GPL, um Peugeot 205 com 280000km ( incendiou-se por curto circuito e o GPl n√£o estoirou), um Citroen BX 16 TRZ e por ultimo , para o aficionado dos 21, tenho um 21 turbo a GPL.

E digo-vos, melhor n√£o ha. :dance:
Ricardo Santana
21 turbo 3\1989. Supercinco TD 1984 comercial. Renault 5 TL 1983; Renault Twingo 1993

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5466
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #8 em: 08 de Agosto de 2011, 21:21 pm »
Bem tenho de dar aqui o meu feedback que ainda nao tinha dado... At√© agora tudo impec√°vel ap√≥s instala√ß√£o do kit, ate agora (ap√≥s 3mil km's feitos) continua tudo impec√°vel, sem duvida que recomendo e muito! Consigo encher o deposito com pouco mais de 40‚ā¨ enquanto que se fosse a gasolina, 70‚ā¨ nao me chegam...
Eu tenho mais que a recomendar a instala√ß√£o do kit GPL, certamente que me vai rentabilizar e muito o investimento  :happy:

Oi?

o tce?  :grin:
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Xmarine

  • Visitante
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #9 em: 08 de Agosto de 2011, 21:27 pm »
Não...é a o esquentador italiano que ele tem :D

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5466
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #10 em: 08 de Agosto de 2011, 21:53 pm »
Não...é a o esquentador italiano que ele tem :D

loll
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Gonçalo

  • Administrator
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Localidade: Castelo Branco
  • Utilizador: Coolwater
  • Mensagens: 13415
  • Jean Pierre, tu v√°s tomber!
  • Garagem : Aixam Vision
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #11 em: 09 de Agosto de 2011, 02:28 am »
Não...é a o esquentador italiano que ele tem :D

Na bp o gpl passou de 0,82 para 0,79 :) viva o esquentador é o que te digo :)
Vais partir, naquela estrada, onde um dia chegaste a sorrir...

Offline Pedrob

  • Initiale Paris
  • 2.0 TCe
  • *
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens: 5466
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #12 em: 12 de Agosto de 2011, 20:08 pm »
No tce é que era :)
Clio III 1.5 dCI 85 Dynamique Luxe

Offline Sls a GPL

  • Moderadores
  • 1.6 V6 Turbo Energy F1
  • *
  • Utilizador: sls
  • Mensagens: 13858
  • Garagem : Renault Clio II 1.2 16v
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #13 em: 15 de Setembro de 2011, 01:41 am »
Boas!!

Eu tambem j√° pensei em mudar para GPL, mas s√≥ n√£o avancei ainda para a mudan√ßa porque n√£o h√° bombas GPL nas proximidades, eu moro em Alenquer e trabalho em Ponte de Sor, e bombas de GPL, nem velas... so a da A1 em Aveiras, e fica muito fora de m√£o  :sad: !!

Offline Bzidroglio

  • 1.0 SCe
  • *
  • Localidade: Santar√©m city
  • Mensagens: 60
Re: GPL, um artigo recente.
« Responder #14 em: 16 de Setembro de 2011, 02:12 am »
Se vieres por Almeirim, tens logo 2 (Repsol e independente) e mais 2 em Santarém (Galp e E.Leclerc).
O independente (Ouro Negro) mantém a 70 cêntimos o litro.
Se fores por este caminho http://viajar.clix.pt/chegar.php?c=231&lg=pt&origem=Lisboa|38.725229,-9.150152 (Alenquer-Ponte de Sor) tens a BP na área de serviço de Santarém e em Torres Novas ao pé do TorresShoping
Indo pelo Porto Alto h√°, ou havia uma bomba de GPL em Samora Correia...
Força nisso!
« √öltima modifica√ß√£o: 17 de Dezembro de 2012, 18:00 pm por rodinhas »
Renault Laguna II  break, 1.8 - 16 V de 09/2003 - Equipada com GPL, sistema multiponto sequencial da BRC.